MENU

26/09/2022 às 19h59min - Atualizada em 26/09/2022 às 19h59min

VLI inicia operação do Terminal Integrador de Porto Franco, no Maranhão

A unidade está apta a receber carga de caminhões para armazenamento e posterior transferência para o transporte ferroviário, com destino à exportação

Da Assessoria
Foto: Divulgação
  
O atendimento da VLI aos clientes do Arco Norte do país acaba de ser fortalecido com a entrada em operação do Terminal Integrador de Porto Franco (TIPF). Localizada no estado do Maranhão, a unidade rodoferroviária destaca a atuação multimodal da companhia e está apta a receber carga de caminhões para armazenamento e posterior transferência para o transporte ferroviário, com destino à exportação por meio do sistema portuário de São Luís. O TIPF é mais um investimento da VLI – companhia que opera portos, ferrovias e terminais – no Corredor Centro-Norte, onde já possui dois outros terminais, localizados em Palmeirante e em Porto Nacional, no Tocantins.

 “O Brasil avança conforme sua infraestrutura avança. Os crescentes resultados da VLI no transporte de cargas no tramo norte da Ferrovia Norte-Sul mostram que os produtores da região confiam na eficiência e na agilidade do sistema integrado da companhia. Nossa expectativa é de que o TIPF supra a carência de clientes que originam as cargas na região de Porto Franco, mas que não possuem terminal próprio para armazenamento e posterior escoamento em direção ao porto”, afirma o diretor de Operações da VLI no Corredor Centro-Norte, Daniel Schaffazick.

 A unidade foi estruturada em uma área de 3,24 hectares e conta com um reservatório metálico com capacidade para 18 mil toneladas; um armazém graneleiro, com capacidade de 5,5 mil toneladas; um reservatório pulmão, de apoio, com capacidade de 700 toneladas; e uma tulha ferroviária, responsável por transportar a carga armazenada aos vagões, com capacidade de 800 toneladas por hora. Entre as principais cargas a serem movimentadas pelo TIPF estão o milho e a soja, originados dos estados do Maranhão, Pará e Piauí. O TIPF possui capacidade de movimentar cerca de 600 mil toneladas ao ano.

 O contrato de concessão do terminal foi assinado em junho de 2021, prevendo que a unidade será operada pela VLI pelos próximos 15 anos, com a possibilidade de renovação por mais cinco anos. Os investimentos previstos – entre obrigações contratuais, adequação e capacitação do terminal – somam mais de R$ 20 milhões durante o período. A VLI também vem realizando de trabalho de capacitação de fornecedores locais, com o objetivo de estimular a economia da região. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »