MENU

11/08/2022 às 19h04min - Atualizada em 11/08/2022 às 19h04min

Polícia prende suspeitos de envolvimento no assassinato do professor da UEMASUL

Assessoria/PC
Foto: inoticiama.com
 
Em uma ação conjunta, a Polícia Civil e a Polícia Militar conseguiram prender três suspeitos de envolvimento na morte do professor Neylson Oliveira da Silva, de 29 anos. O corpo foi encontrado na manhã desta quarta-feira (10), no bairro Laranjeiras, em Açailândia, e na noite do mesmo dia a polícia chegou aos acusados, após investigações do Serviço de Inteligência da PM e de investigadores do 1º Distrito daquela cidade.  

A princípio, informou-se que o professor teria sido assassinado em sua residência, localizada no bairro Colinas Park, e o corpo desovado no bairro Laranjeiras. Mas consta que Neylson foi abordado no setor da rodoviária e levado para uma casa no setor “Casqueiro”, onde há usuários de drogas. Alí, ele foi morto e o corpo levado de moto para um matagal do Laranjeiras.

Eles foram identificados como Nisley, Clemilson (Neguinho), Lucas (Luquinha) e Jonathan Dias (Gordinho). A polícia prendeu os três primeiros na área em que o crime ocorreu. Até o final da tarde de ontem ainda não havia localizado o quarto suspeito, “Gordinho”, acusado de, juntamente com “Neguinho”, ter levado o corpo para o bairro Laranjeiras.  

Já Nisley é acusado de ter ido à casa da vítima, no bairro Colinas Park, e furtado vários objetos, repassando-os a “Luquinha”, suposto traficante de drogas no “Casqueiro”. 

Neylson Oliveira da Silva era professor substituto da disciplina de Libras, dos cursos de Pedagogia e Letras, Língua Portuguesa, do Centro de Ciências Humanas, Sociais e Letras, campus Imperatriz e trabalhava na Escola Municipal Fernando Rodrigues, na Vila Ildemar.  Neylson era natural de São Luís-MA e não tinha família em Açailândia. Ele foi enterrado na tarde de ontem na cidade de São José de Ribamar. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »