MENU

27/10/2021 às 19h01min - Atualizada em 27/10/2021 às 19h01min

Comissão Ambiental do MPMA discute reaproveitamento de alimentos

CCOM - MPMA
Comissão Ambiental discutiu gastronomia sustentável - Foto: Divulgação
 
Em reunião realizada na manhã desta quarta-feira, 27, na Procuradoria Geral de Justiça, a Comissão de Gestão Ambiental do Ministério Público do Maranhão, formada por membros e servidores da instituição, discutiu assuntos como reaproveitamento de alimentos (gastronomia sustentável) e redução de consumo de energia e água.

O encontro foi conduzido pela presidente da Comissão Ambiental, procuradora de justiça Mariléa Campos dos Santos Costa. Também participaram a promotora de justiça Alessandra Darub (chefe de gabinete da Corregedoria-Geral do MP) e servidores de vários setores do Ministério Público. “Agradeço a presença de todos e informo que, na pauta de hoje, vamos continuar a discutir medidas e práticas importantes para a economia de recursos e melhoria do ambiente da instituição”, disse Mariléa Campos.

As professoras Fabiana Brito Cantanhede e Ariadne Rocha, do departamento de Biologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), discorreram sobre a importância do aproveitamento completo dos alimentos para evitar o desperdício, incluindo o uso das cascas das frutas e legumes para a produção de sucos, doces, temperos e pratos.

De acordo com Fabiana Cantanhede, falta conhecimento entre a população para um aproveitamento mais apurado dos alimentos, o que diminuiria o desperdício. “Com a pandemia e a crise econômica aflorou ainda mais a necessidade de as pessoas buscarem alimentos. Muitas crianças e famílias ficaram sem alimentação ou estão em situação de insegurança alimentar. Por isso, é necessário que se conheça melhor as formas e técnicas de aproveitamento dos alimentos”, completou a docente.

Na reunião, foi ressaltado que entre benefícios da gastronomia sustentável estão a redução de resíduos e a produção de uma comida mais saudável. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »