MENU

26/02/2021 às 00h00min - Atualizada em 26/02/2021 às 00h00min

Bastidores

Troco?

Como não poderia deixar de ser, provocou especulações das mais diversas a substituição do presidente da Agência Executiva Metropolitana do Sudoeste Maranhense (AGEMSUL), Frederico Ângelo. Uns acham que o motivo foi a eleição municipal de 2020. Frederico assumiu a pasta tendo como padrinho o ex-prefeito Ildon Marques (PP), que na eleição saiu candidato e não abriu mão a favor do deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB), apesar dos apelos. O comunista perdeu a eleição para Assis Ramos (DEM) com uma diferença de apenas 1.400 votos. Os aliados acham que se Ildon tivesse apoiado, Marco Aurélio teria sido eleito. Como não cedeu, agora estaria vindo o troco. Revela-se que a retirada de Frederico da AGEMSUL foi a pedido do próprio deputado, que também indicou o substituto, o professor Davison Nascimento, que estava comandando a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) em Imperatriz. Mas há quem ache que a mudança foi coisa rotineira de uma administração e Frederico iria assumir outro cargo no governo. Se isso não acontecer, estará provado que a sua saída tem tudo a ver com a eleição 2020. Ainda hoje os comunistas “choram” a derrota de Marco e não deixam de apontar Ildon Marques como o culpado, ou pelo menos um dos culpados. 

Olha aí!

E falando em troco, custou caro para o deputado federal maranhense Pedro Lucas Fernandes ao ir contra orientação do PTB e votar pela manutenção da prisão do deputado Daniel Silveira. Como “punição” a Fernandes, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, destituiu o deputado da presidência estadual da sigla, nomeando imediatamente a deputada estadual Mical Damasceno. O PTB estava há muitos anos sob o comando dos Fernandes no Maranhão. O ex-deputado Pedro Fernandes passou a presidência para o filho, após este se eleger deputado federal. O pai, atualmente é prefeito de Arame.

E…

Para onde vai o deputado Pedro Lucas Fernandes? Ligado ao governador Flávio Dino (PCdoB), ele poderá se filiar a um partido do arco da aliança liderada por Dino. Na eleição de 2018, além do PCdoB a coligação reuniu 15 partidos: PRB, PDT, PPS, DEM, PSB, PR, PP, PROS, PT, PTB, Patriota, PTC, Solidariedade, PPL e Avante.

O bicho vai pegar…

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidiu dar continuidade ao processo contra o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP), fruto de uma Representação apresentada pelo Partido dos Trabalhadores (PT). O parlamentar é acusado de falta de decoro por destruir uma charge que denunciava violência policial contra jovens negros em uma exposição sobre o Dia da Consciência Negra, exibida na Câmara em novembro de 2019. O relator é o deputado maranhense João Marcelo Souza (MDB), filho do ex-senador e ex-governador João Alberto.

2022

O vice-governador Carlos Brandão (PR) está aparecendo mais do que o governador Flávio Dino. Em eventos do governo, principalmente no interior, quem tem comparecido é o vice. Será já uma estratégia para fortalecer Brandão visando a sucessão de Flávio Dino? Verdade ou não, o certo é que ele tem se movimentado muito, com uma agenda sempre lotada de eventos administrativos e políticos. 

TFD

Na sessão desta quarta-feira, o vereador Adhemar Freitas Jr. (SOLIDARIEDADE) cobrou o repasse de ajuda de custos às pessoas de Imperatriz que precisam fazer Tratamento Fora do Domicílio (TFD). Ele exemplificou o caso de uma jovem que faz tratamento de Lupus em São Luís, e que desde novembro de 2020 não recebe a ajuda. Outro vereador, Flamarion Amaral (PCdoB), também manifestou a sua preocupação com o problema. 
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...