MENU

29/06/2021 às 00h00min - Atualizada em 29/06/2021 às 00h00min

Bastidores

Prego batido

A tentativa do presidente Jair Bolsonaro em trocar o voto eletrônico pelo impresso foi de água a baixo. Não será aprovada a emenda à Constituição para a mudança. É o que decidiram 11 partidos durante reunião em videoconferência, a maioria deles da base de apoio ao Palácio do Planalto. Os partidos são o PSL, PL, Cidadania, Republicanos, PSDB, MDB, PP, DEM, Solidariedade, PSD e Avante. O voto impresso é criticado pela  Justiça Eleitoral, que o vê como alternativa custosa e insegura. O voto eletrônico é considerado seguro. Portanto, seria um retrocesso mudar. Conforme o TSE, o sistema eletrônico de votação é colocado à prova em testes públicos realizados constantemente e nunca se comprovou nenhuma fraude. Desde 2015, ainda deputado federal, que Bolsonaro vem tentando introduzir o voto impresso, por meio de uma minirreforma eleitoral. A emenda chegou a ser aprovada pelo Congresso, mas foi considerada inconstitucional pelo STF.

E...

Falando sobre a decisão dos 11 partidos, o presidente do DEM, ACM Neto, disse que “entendemos que era preciso um movimento coletivo para trazer um sinal claro de confiança no sistema eleitoral atual. Nós temos total confiança, o Brasil tem um dos sistemas eleitorais mais modernos no mundo. Uma coisa que está dando tão certo, para que mexer?”.

Olha aí!

No Maranhão, foram aplicadas mais de 11,3 mil de doses de vacinas contra a Covid-19 em moradores de cidades de outros estados. Conforme um novo estudo do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict/Fiocruz), divulgado na nota técnica Deslocamento da população em busca da vacina, 9.592 moradores de Teresina (PI) se vacinaram na cidade maranhense de Timon. Em contrapartida, mais de 4 mil moradores de Timon foram se vacinar em Teresina. 

Pesquisa

Divulgada neste final de semana, pesquisa do Instituto DataIlha aponta a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) na liderança para o Governo do Estado, com 22,8%. Mas ela vem declarando que não deseja tentar voltar ao Palácio dos Leões, podendo ser candidata a deputada federal. Em segundo lugar aparece o senador Weverton Rocha (PDT), com 13,3%, seguido de Carlos Brandão (PSDB) 11,9%, Roberto Rocha (PSDB) 11,2%, Dr. Lahésio Bonfim (PSL) 6,9%, Josimar de Maranhãozinho (PL) 5,4% e Simplício Araújo (Solidariedade) 1%. No próximo dia 4 de julho o Instituto Escutec divulga a segunda rodada de pesquisas sobre as eleições 2022.

Para vereadores

De acordo com informação da Agência Senado, o Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), do Senado, promoverá entre 5 e 7 de julho o primeiro  Ciclo de Palestras Interlegis para Vereadores. Serão seis encontros virtuais ao vivo e gratuitos, com temas essenciais para o mandato parlamentar municipal. Além dos vereadores, técnicos das câmaras municipais poderão participar. O ciclo de palestras que visa promover o fortalecimento da representação democrática e a atuação dos vereadores.

É proibido

Antes do período oficial de propaganda eleitoral, é proibido por lei declarar candidatura e fazer qualquer pedido de voto de forma explícita ou implícita. O uso de  outdoors para exaltar qualidades pessoais de possíveis candidatas e candidatos também não é permitido, e essa regra vale tanto no período eleitoral quanto fora dele. 

É permitido

Antes do período oficial de propaganda eleitoral, é permitido debater e discutir políticas públicas ligadas à saúde, segurança, economia e ao meio ambiente. Também não é considerada campanha eleitoral antecipada participar de homenagens e eventos, bem como publicar fotos e vídeos nos perfis das redes sociais.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...