MENU

01/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 01/01/2021 às 00h00min

Bastidores


Prego batido, ponta virada
Os vereadores, prefeito e vice tomaram posse na madrugada desta sexta-feira. E também foi definida a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal para o biênio 2021/2022. A presidência ficou com o vereador Alberto Souza, do PDT. A definição do nome não foi nenhuma surpresa, porque o processo da troca de João Silva (MDB) por Alberto Souza vinha acontecendo desde a semana passada. João Silva, mesmo com a rejeição junto a colegas, ainda tinha votos suficientes para vencer. Ocorre que Alberto Souza é mais leve, tanto que até vereadores da oposição aprovaram a sua indicação. Para o prefeito Assis Ramos, foi melhor, porque Souza é mais conciliador e menos exigente em relação ao Executivo. Assis teve dura oposição da Câmara, sob a presidência do agora ex-vereador José Carlos Barros, que fez de tudo para atrapalhar a administração no ano eleitoral. Mas o que pesou mesmo para a escolha de Souza foi a interferência do senador Weverton Rocha, que tem Alberto Souza como seu representante em Imperatriz. Weverton está alinhado com o prefeito, que inclusive já declarou apoio à sua pretensa candidatura a governador, em 2022. E a ligação de Souza com Rocha também será benéfica para a Câmara e os próprios vereadores, que terão uma ponte para solicitar ao senador benefícios para a cidade.

E…
Caso não tenha ocorrido alteração, até o momento em que a coluna era redigida o vereador Paulinho Lobão (DEM) havia sido definido como o primeiro vice-presidente da Câmara. O segundo vice, Alex Silva (PL), e Cláudia Batista (PTB) secretária. Pimentel (DEM) permanece como segundo-secretário e tesoureiro.

Secretaria
É claro que o vereador João Silva não gostou de ser rifado, porque tinha a eleição na mão. Mas o prefeito Assis Ramos soube jogar e acabou contemplando o vereador com a Secretaria de Articulação Política. Não é tão importante quanto a presidência da Câmara, mas lhe traz outras vantagens políticas.

Neófitos
A Câmara inicia nova legislatura com oito vereadores que nunca tinham ocupado cadeira no Palácio Dorgival Pinheiro de Souza – Flamarion Amaral (PCdoB), Alex Silva (PL), Rubinho (PTB), Cláudia Batista (PTB), Renê Souza (PTB), Berson (Solidariedade), Johny Pan (PL) e Manchinha (PSB).

De volta
Foram reeleitos 12 vereadores e eleitos nove. Além dos citados acima, foi eleito José Carneiro (Buzuca), que já havia exercido o mandato (2013-2016). Aliás, foi o único dos ex-vereadores que disputaram a eleição 2020 e saiu vitorioso. Os outros foram Esmerahdson de Pinho, Adonilson Lima, Nival Coelho, Fidélis Uchoa e Richard.

Indo longe
O odontólogo Giovanni Guerra, responsável pela evolução do kartismo em Imperatriz e no Maranhão, largou bem na corrida rumo à presidência da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). Hoje, o imperatrizense lidera a disputa com 11 votos, contra 8 do candidato da oposição, o ex-piloto paranaense Milton Sperafico. Os votantes são os representantes de 22 federações estaduais e a Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo (ABPA), perfazendo um colégio eleitoral de 23 votos. Mas três federações se encontram momentaneamente sem direito de voto. Se persistir esse quadro, Giovanni vence.

Apoio
Giovanni Guerra tem apoios de peso, como dos ex-pilotos Nelson Piquet, Felipe Massa e Felipe Giaffone, presidente da Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo. Piquet destacou que “conheço Giovanni há quase 30 anos e sei bem a capacidade e a honestidade de fazer um automobilismo sério no nosso Brasil”.  
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...