MENU

10/12/2022 às 00h00min - Atualizada em 10/12/2022 às 00h00min

BIFE DE OURO

NAILTON LYRA

NAILTON LYRA

O Doutor ​NAILTON Jorge Ferreira LYRA é médico e Conselheiro Regional de Medicina e Conselheiro Federal de Medicina representando o Estado do Maranhão


   
 Quando cheguei à Terra do Frei aluguei uma casa aqui na Rua Pernambuco, sobre esquina com Santa Tereza, exatamente em frente onde moro hoje. Nessa época me indicaram uma casa de carne, que um conhecido meu, um capixaba, como eu, considerava excepcional: chamava-se O Bife de Ouro, na esquina da Dorgival Pinheiro com Sergipe; hoje não mais existe. Era propriedade de um gaúcho com uma perna bem torta devido a rusgas antigas.

Mas o que me causou espécie, essa semana foi o Bife de Ouro do Catar (Qatar) a nove mil reais, não sei quantas gramas, não consegui encontrar o valor.

Mas é ouro 24 quilates, isso eu li no jornal.

E, afinal, o ouro é nutritivo para valer os nove mil reais o bife?

O ouro sempre foi um símbolo de poder da humanidade, desde a remota antiguidade passando pela descoberta do túmulo de Tutancâmon, à procura do Eldorado pelos espanhóis e à corrida do ouro nos USA e Serra Pelada com sua laje de ouro maciço, aqui no vizinho Pará.

Nem a comida conseguiu escapar dessa obsessão.

A carne folheada a ouro do Salt Bae, restaurante do chef turco Nusret Göcke, que é alvo de polêmica depois que nossos reis das chuteiras lá foram provar.

No Egito dos Faraós era um alimento considerado sagrado. Na idade média era utilizado como elemento decorativo de pratos na forma de folhas, flocos ou pó para o anfitrião impressionar com sua riqueza.

Havia crença que o metal teria benefício à saúde.

Então? Comer ouro é bom para a saúde? Tem algum benefício?

NÃO!

Não tem nenhum benefício nutricional ou para a saúde, é imperceptível ao paladar, não agrega benefícios à saúde cardiovascular ou de qualquer outro sistema, não previne nenhuma doença.

Ele não é absorvido no trato gastrintestinal, porém formulações que usam metais pesados, como o ouro pode trazer malefícios, existe estudos de benefícios do uso de sais de ouro em algumas doenças como na artrite reumatoide (controverso).

Falando exclusivamente do benefício nutricional não há nenhum.

Hábito ligado a cultura da extravagância e ao exibicionismo.

Em um país onde se declara que existem 30 milhões de pessoas passando fome, e segundo um político, onde temos 110 milhões em insegurança alimentar a frase acima é perfeita.

Exibicionismo!

Sinto repulsa pelo que fizeram esses “ídolos”, ofensa a uma nação pobre e cheia de problemas, pagarem nove mil reais por um bife.

Um país onde tem falta de tudo e, principalmente, pela “falta de vergonha na cara!”.

A casa do Bife de Ouro de Imperatriz é mais respeitada em suas vendas do que a atitude desses maus brasileiros.

Obs.: não sei os nomes dos idiotas que foram a esse ridículo jantar.

Pena que Ouro não dá hemorroidas!
Leia Também »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90