MENU

22/10/2022 às 00h00min - Atualizada em 22/10/2022 às 00h00min

Carlos Chagas e o Prêmio Nobel

NAILTON LYRA

NAILTON LYRA

O Doutor ​NAILTON Jorge Ferreira LYRA é médico e Conselheiro Regional de Medicina e Conselheiro Federal de Medicina representando o Estado do Maranhão

 
Acompanho sempre com muito interesse a laureação do Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia. Esse ano a honraria coube a um biólogo sueco especializado em genética evolutiva, que fez o sequenciamento do genoma do homonídeo de Neanderthal, e exerce seu mister na Universidade de Munique, Alemanha, no Instituto Max Planck de Antropologia. Seu nome Svante Pääbo fato importante para a compreensão da evolução do homem.

Seu pai Sune Bergström também foi laureado com o Prêmio Nobel de medicina em 1982.

E em Pindorama, terra brasilis, por que não temos laureados à honraria máxima da ciência mundial?

Tivemos vários indicados à láurea, desde o Barão do Rio Branco (1911 – Paz), Marechal Rondon (1925 – Paz), Jorge Amado (1967 – Literatura), Guimarães Rosa (1967 – Literatura) e Zilda Arns (2006- Paz).

Em medicina tivemos indicado Vital Brasil, (1919), Antônio Cardoso Fontes (1934), Adolfo Lutz (1938), Osvaldo Cruz (1938), Manoel de Abreu (1946), Mauricio Rocha e Silva e Sérgio Ferreira (1982) e Carlos Chagas (1913-21).

Quem foi Carlos Chagas?

Foi um biólogo, médico sanitarista, infectologista, bacteriologista e cientista brasileiro, destacou-se ao descobrir o protozoário Trypanosoma cruzi, presente no inseto barbeiro sendo por esse transmitido ao homem presente nas regiões centrais do Brasil principalmente. O nome do protozoário foi uma homenagem a seu amigo Osvaldo Cruz.

Ele foi o primeiro e permanece até os dias atuais como o primeiro e único cientista na história da medicina a descrever completamente uma doença infecciosa, seu patógeno, seu vetor, os hospedeiros, as manifestações clínicas e a epidemiologia.  

Esse artigo que encaminho aos leitores é para tentar responder o porquê não temos no Brasil nenhum Laureado com a honraria máxima da ciência mundial

Carlos Chagas foi duas vezes indicado à láurea, e foi de fato boicotado pelos seus patrícios, médicos e cientistas brasileiros que trabalharam por questões políticas absurdas para que nosso médico fosse desqualificado nas duas vezes, inclusive com trabalhos afirmando da inexistência da doença.

A óbvia supremacia europeia e americana, na ciência à época também tiveram seu papel na sua desqualificação.

Outros brasileiros também foram assim desqualificados.

Porque o Brasil não tem prêmio Nobel, transcrevo entrevista de Ozires Silva, engenheiro aeronáutico luso brasileiro, ex-ministro da infraestrutura e das comunicações, ex-presidente da Petrobrás, militar e criador do Instituto Tecnológico da Aeronáutica, o ITA, da Embraer.

“Por que o Brasil não tem nenhum Prêmio Nobel? Eu fiz essa pergunta aos membros da Academia Sueca. Eles não responderam imediatamente. Acho que ficaram embaraçados, mas depois de umas doses de vodca um deles falou: ‘Eu vou responder a sua pergunta! Vocês brasileiros são destruidores de heróis. Todos os candidatos brasileiros que apareceram, contrariamente aos dos outros países, em particular dos Estados Unidos, quando aparece um candidato brasileiro todos do Brasil jogam pedra. Não tem apoio da população. Parece que o brasileiro desconfia do outro ou tem ciúme do outro, sei lá o que acontece.” [1]

Ozires Silva, em Entrevista ao Roda Viva.

O Brasil precisa é de ousadia!
Leia Também »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90