MENU

02/12/2021 às 00h00min - Atualizada em 02/12/2021 às 00h00min

Bastidores

Novo comando 

O PSDB tem novo comando em Imperatriz. Formam a Comissão Provisória o ex-candidato a vereador Richardson Lima, presidente; Cândido Madeira, secretário; Miriam Reis Ribeiro, tesoureira; José Ribamar Alves Soares e João Batista do Nascimento Santos, membros. O partido estava sob o comando da professora Miriam Ribeiro. O PSDB há alguns anos que vem tendo apenas Comissão Provisória. Deixou de ter Diretório. Vale observar que Diretório é eleito em convenção com um prazo determinado de vigência, enquanto a Comissão Provisória é formada por um número bem menor de participantes, designado pela Executiva de instância superior, em regra, com prazo de validade por ela determinado, embora haja comissões provisórias com validade indeterminada.

Líder

O PSDB muda de comando mas sempre que dá a última palavra é o ex-deputado federal e ex-prefeito Sebastião Torres Madeira. Afinal, é a maior liderança do partido no município e uma das maiores no estado. O PSDB é o único partido em que Madeira se filiou. Está na sigla tucana desde a sua fundação, em 1988.

Notificação

O Ministério Público de Contas (MPC) do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão emitiu Edital de Notificação para que os responsáveis por prestações de contas julgadas cujos Acórdãos contenham a imputação de multas que paguem no prazo de dez dias a contar da publicação do edital no Diário Oficial Eletrônico do TCE. Os responsáveis que não quitarem as multas serão declarados inadimplentes e terão incluídos seus nomes no Cadastro Estadual de Inadimplentes (CEI) e Declaração de Dívida Não Tributária (DDNT). O MPC, por meio da Supervisão de Execução de Acórdãos do TCE (Supex) tem intensificado o trabalho de notificação dos fiscalizados para que cumpram a obrigatoriedade do pagamento das multas impetradas nas decisões tomadas pelo órgão de controle externo. Levantamento realizado pela Supex identificou que em 2020 um total de 447 responsáveis foram inscritos na Dívida Ativa.

Começou

Bastou o governador Flávio Dino (PSB) anunciar que o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) é o seu candidato, para começar a revoada no grupo do senador Weverton Rocha (PDT). O Cidadania, partido da senadora Eliziane Gama, comunicou que deixou a base de apoio à pré-candidatura de Weverton. “Em uma decisão colegiada, o partido Cidadania no Maranhão decidiu acompanhar a opção do governador @flaviodino (PSB) de apoio a pré-candidatura ao governo do estado do vice-governador @carlosbrandaoma (PSDB) para as eleições de 2022, anunciada na última segunda-feira (29)”, anunciou o Cidadania no Twitter. 

E...

Como se vê, não demorou 24 horas a “rebeldia” da senadora Eliziane Gama, que não havia ficado satisfeita com a decisão de Flávio Dino apoiar Carlos Brandão. Ela chegou a solicitar que o anúncio oficial fosse novamente adiado, ainda na esperança de que Dino optasse por Weverton. Agora o Cidadania, seu partido, deixa o senador para apoiar Brandão.

Pesquisa

Sem Roseana Sarney na disputa, a Escutec fez pesquisa de intenções de votos e divulgou nesta terça-feira. O senador Weverton Rocha (PDT) aparece liderando com 26%, seguido de Edivaldo Holanda Jr (PSD) com 16%, Carlos Brandão (PSDB) com 13% e Josimar Maranhãozinho (PL) com 12%. Em outro cenário, incluindo o senador Roberto Rocha (sem partido), Weverton aparece com 23%, seguido de Roberto Rocha (16%), Edivaldo Holanda (13%) e Carlos Brandão (12%). Foram entrevistados 2 mil eleitores nos dias 23 a 27 de novembro. O intervalo de confiança da pesquisa é de 90% e a margem de erros é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...