MENU

25/08/2020 às 00h00min - Atualizada em 25/08/2020 às 00h00min

Morre o ex-político e intelectual Sálvio Dino

Ele foi prefeito de João Lisboa, deputado estadual e integrava as academias de letras do Maranhão, de Imperatriz e de Grajaú

Raimundo Primeiro
Ascom CGJ
Sálvio Dino foi um eloquente tribuno - Foto: Divulgação
Os cenários político e intelectual do Maranhão perderam um de seus maiores nomes dos últimos anos. 
Na manhã desta segunda-feira, 24 de agosto, faleceu Sálvio Dino de Jesus de Castro e Costa, mais conhecido por Sálvio Dino, advogado, jornalista, político e escritor. A notícia foi dada pelo governador Flávio Dino, por meio de rede social.
Aos 88 anos, Sálvio Dino não resistiu as complicações advindas do novo Coronavírus (Covid-19). Ele estava internado no Hospital Carlos Macieira, em São Luís, desde quinta-feira, 13.
Sálvio Dino foi prefeito de João Lisboa por dois mandatos. Em 1964, teve seu mandato de deputado estadual cassado, retomando a Assembleia Legislativa Estadual em 1979.
Sálvio Dino era pai do governador Flávio Dino; do sub-procurador geral da República, Nicolau Dino, e do advogado Sálvio Dino Júnior.
Natural de Grajaú (MA), Sálvio Dino residia em João Lisboa. Nutria carinho especial para com a região tocantina. Integrava diversas academias de letras, entre as quais a Maranhense, a Imperatrizense (AIL) e a Grajauense, da qual era presidente.
Seguindo os protocolos sanitários determinados pelos organismos de saúde, o corpo de Sálvio Dino foi enterrado no Cemitério Parque da Saudade (bairro dos Vinhais), na capital maranhense.
A notícia sobre a morte de Sálvio Dino repercutiu nas várias regiões do Estado. Diversas mensagens foram postas nas redes sociais.

O QUE DISSERAM SOBRE
SÁLVIO DINO 

“Um querido amigo. Conversávamos demoradamente quando nos encontrávamos. Com certeza, deixa uma grande lacuna nas áreas política e cultural de nosso Estado, deixando grandes saudades aqueles que, com ele, compartilharam memoráveis momentos”.
(Empresário Francisco da Silva Almeida, presidente da CDL Imperatriz)
 
“Agora a tribuna cala
somente a dor
se declara
senhora desse salão. 
Põe-se a alegria
de luto 
ainda assim eu escuto 
o vibrar de uma voz.
É ele, sei que é ele
no seu lutar 
permanente vivendo 
dentro de nós”. 
(Cantor, compositor e poeta Zeca Tocantins, membro da AIL) 

“Advogado, ex-vereador, ex-deputado, escritor, orador, pesquisador, historiador, Sálvio de Jesus de Castro e Costa era membro da Academia Maranhense de Letras, da Academia Maranhense de Letras Jurídicas, da Academia Imperatrizense de Letras, da Academia João-lisboense de Letras, presidente da Academia Grajauense de Letras e Artes e foi fundador e presidente da Federação das Academias de Letras do Maranhão.
Por sua solicitação, tornei-me prefaciador, revisor e editor do livro que ele próprio chamou de ‘meu canto do cisne’ (o último livro), intitulado ‘LOUVAÇÃO A GRAJAÚ’. O livro ainda está inédito e imprimiu-se um só exemplar, que foi entregue a Sálvio Dino para aprovação há menos de sete dias. 
Sálvio Dino nasceu em Grajaú (MA) e percorreu praticamente todo o Maranhão em trabalho de pesquisas históricas e culturais”.  
(Jornalista, pesquisador, palestrante e escritor Edmilson Sanches)

“Morre um imortal. Ficam as letras e a história. Meus sentimentos mais poéticos nesses tempos de absurdos”.
(Radialista Demerval Moreno)

“Salve, salve o maior dos tribunos
A quem muito tributo é devido
Levou longe, mui longe o seu nome
Viu-se sempre por todos querido
Imortal será mesmo partindo
Oh! Quão bom, sim, foi tê-lo ouvido
Deus queira que em terras celeste
Inda possa lançar sua voz
Não cale ali sua verve candente
Oh! Que saudade ficou em nós”.
(Poeta Altair Damasceno, membro da AIL)

“Meu pai teve uma longa vida, com muitas lutas. Seu mandato de deputado estadual foi cassado e ele foi preso arbitrariamente pela ditadura militar em 1964, “acusado” de ser comunista. Nos últimos dias deu a derradeira lição: profundo amor pela vida. Lutou com humildade e coragem”.
(Governador Flávio Dino)

Juízes de João
Lisboa lamentam 


O Diretor do Fórum e Titular da 1ª Vara da Comarca de João Lisboa, Juiz Glender Malheiros Guimarães, e a Juíza Manuella Viana dos Santos Faria Ribeiro, titular da 2ª Vara da unidade, manifestaram pesar pelo falecimento do advogado e membro da Academia Maranhense Letras, Sálvio Dino, pai do Governador do Estado, Flávio Dino, ocorrido no dia de hoje (24). 
O advogado Sálvio Dino foi atuante na Comarca de João Lisboa, cidade da qual foi Prefeito, além de ser ex-Deputado Estadual do Maranhão, sendo muito respeitado e querido por toda a comunidade jurídica local, tanto por sua conduta cordata, quanto pelos feitos em que atuava, marcando a história dessa Comarca.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...
Brasil 61

Carregando...

Brasil 61

Carregando...