MENU

19/12/2020 às 00h00min - Atualizada em 19/12/2020 às 00h00min

Professores concluem capacitação para trabalho com robótica em sala de aula

Curso em quatro módulos atendeu uma média de 120 profissionais

Sara Ribeiro - Ascom
Ascom/PMI
São 100 laboratórios de Robótica destinados alunos do Ensino Fundamental - Foto: Edmara Silva
Criatividade, raciocínio lógico e gestão socioemocional estão entre as habilidades exigidas na sociedade atual. Com o objetivo de  proporcionar oportunidades de aprendizagem que fomentem o desenvolvimento de tais habilidades, a  Prefeitura de Imperatriz implantou o programa Robótica nas Escolas da rede municipal.

Fruto do Precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e  de Valorização do Magistério (Fundef), os 100 laboratórios são destinados aos alunos do Ensino Fundamental. Além da aquisição dos equipamentos que incluem, óculos de realidade virtual, tablets e peças para montagem de robôs, o programa abrange a formação dos professores que irão atuar em sala com o material.

Iniciada em setembro, a primeira turma concluiu a formação nesta quinta-feira, 17. Foram quatro módulos com integrantes de 22 escolas por encontro, que aprenderam em oficinas como utilizar os kits com fins didáticos. Cada armário contém mais de 750 peças que exploram diferentes áreas do conhecimento, como tecnologia, engenharia e matemática.

“Primeiro nossos professores aprenderam a construir os protótipos sem motorização, com motorização e automatizados, com projetos mecânicos, eletrônicos e automatizados através de encaixes precisos e sem a necessidade do uso de ferramentas. O próximo passo será trabalhar com os alunos assim que for seguro retornar às salas de aula no próximo ano”, detalhou José Antônio Pereira, secretário municipal de Educação.

“É uma proposta muito rica, que abre um leque de  possibilidades. Eu participei das oficinas para ser multiplicadora em minha escola socializando com meus colegas e eles com seus alunos. Nós podemos utilizar as aulas de robótica nas aulas do currículo comum, em atividades interdisciplinares, e tornar as aulas mais dinâmicas. Eu gostei muito de ter participado desse curso e pretendo sim, utilizar os materiais nas minhas aulas”, comenta a pedagoga Nilmaria Vieira, professora da Escola Municipal Santa Maria.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...