MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
25/11/2022 às 18h19min - Atualizada em 25/11/2022 às 18h19min

Defesa Civil monitora efeitos da chuva em pontos críticos

Ao total foram 30 milímetros de chuva, com captação média de 29.9 mm

Islene Lima
Ascom
Foto: Assessoria
 
Em decorrência do período intenso de chuvas em Imperatriz e região tocantina, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil (Sumpdec), segue monitorando diversos pontos críticos, principalmente após a forte chuva de quinta-feira, e madrugada desta sexta-feira (25).

Segundo o superintendente Josiano Galvão, a equipe está em alerta, antes, durante e após as chuvas. Ele enfatiza, que cuidados básicos como evitar andar na hora da chuva, evitar abrigo embaixo de árvores, mexer em eletrônicos, entre outras prudências podem impedir uma fatalidade.

“A nossa equipe está sempre em alerta nesse período de chuvas, que tende a se intensificar nos meses de janeiro, fevereiro e março. Infelizmente muitos dos alagamentos que ainda ocorrem na cidade, poderiam ser evitados, se o descarte de lixo fosse feito nos locais apropriados, impossibilitando o transbordamento dos canais de drenagem pluvial, e consequentemente impedindo os alagamentos e transbordamentos dos nossos riachos”, afirma Josiano.

Nas primeiras horas do dia, a equipe vistoriou alguns pontos da cidade, constatando que nenhum riacho transbordou. Além disso, a Defesa Civil, já trabalha com o recadastramento das famílias que fazem parte dos setores que mais são afetados com alagamentos no período de chuvas intensas. Imperatriz, continua com alerta laranja, com chuvas intensas até 26 de novembro, entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100/dia, com ventos intensos de 60 a 100 km/h.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90