MENU

24/11/2022 às 18h32min - Atualizada em 24/11/2022 às 18h32min

MP realiza mais uma etapa do projeto Prosas na Infância em Imperatriz

“Fortalecimento da Rede de Proteção e Atribuições do Conselho Tutelar” foi tema da atividade na Região Tocantina

Poliana Ribeiro e Iane Carolina
CCOM-MPMA
Procurador-geral de justiça abriu atividade realizada no auditório das Promotorias de Imperatriz - Fotos: Poliana Ribeiro e Iane Carolina
 
O Ministério Público do Maranhão, por meio do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAO-IJ), realizou, nesta terça-feira, 22, na sede das Promotorias de Justiça de Imperatriz, mais uma etapa do projeto Prosas da Infância. A abertura da atividade foi feita pelo procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau. Em seguida, o coordenador do CAO-IJ, Gleudson Malheiros, ministrou palestra sobre o tema “Fortalecimento da Rede de Proteção e Atribuições do Conselho Tutelar”.

A atividade reuniu conselheiros tutelares e profissionais ligados à Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente dos municípios de Imperatriz, Amarante, Buritirana, Campestre, Davinópolis, Estreito, Governador Edison Lobão, João Lisboa, Lajeado Novo, Montes Altos, Porto Franco, Ribamar Fiquene, São João do Paraíso, Senador La Rocque, Sítio Novo e Vila Nova dos Martírios.

Na abertura, o procurador-geral de justiça parabenizou o coordenador do CAO-IJ, Gleudson Malheiros, pela organização do evento, e destacou a necessidade de o Ministério Público estar sempre com o olhar voltado para as pessoas mais vulneráveis. “Nós estamos aqui para atender as pessoas, principalmente os mais vulneráveis, como as crianças e os jovens. Essa é a nossa razão de existir”, destacou.

Em seguida, o promotor de justiça Newton Bello Neto, diretor das Promotorias de Justiça de Imperatriz, falou aos conselheiros tutelares presentes sobre as contribuições desse tipo de atividade para a atuação nos municípios. “Essa oportunidade que vocês estão tendo vai ser de suma importância para que o trabalho que vocês desenvolvem tenha efetividade, junto com as instituições, para que o futuro dessas crianças seja digno e feliz”, ressaltou.

O promotor de justiça Reinaldo Campos Castro Júnior, vice-presidente da Associação do Ministério Público do Maranhão (Ampem), afirmou que o trabalho desenvolvido pelo CAO-IJ promove uma interlocução muito positiva entre o MPMA, as instituições e a sociedade. Do mesmo modo, a promotora de justiça Glauce Malheiros, titular na Comarca de Imperatriz, elogiou a atuação do CAO-IJ com a rede para proteger os interesses de crianças e adolescentes.

O coordenador do CAO-IJ, Gleudson Malheiros, enfatizou a presença de representantes de 15 municípios que fazem o atendimento de crianças e adolescentes. “O Prosas na Infância é uma reunião da Rede de Proteção, na qual se destaca a horizontalidade das nossas conversas, em que são colocadas as dificuldades e discutidas, conjuntamente, questões do cotidiano que irão aperfeiçoar a política de atendimento da criança e do adolescente de cada um dos municípios”.

O diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais, José Márcio Maia Alves, ressaltou a importância da atividade por ser um momento de interação entre a sociedade civil e o MPMA para o fomento de políticas públicas para crianças e adolescentes. “Essa interação desencadeia um trabalho mais profícuo do próprio Ministério Público e das instituições que fazem parte da rede”, avaliou.

Do MPMA, também estiveram presentes na atividade as promotoras de justiça Thereza Muniz de La Iglesia, chefe de Gabinete do PGJ e Alline Matos Pires, titular da Promotoria de Justiça de Defesa da Mulher de Imperatriz, e os promotores de justiça Carlos Henrique Brasil, integrante da Assessoria Especial do MPMA e Paulo Roberto da Costa Castilho, titular na Comarca de Estreito. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »