MENU

07/11/2020 às 00h00min - Atualizada em 07/11/2020 às 00h00min

Centro de Especialidades Odontológicas realiza cerca de 1200 procedimentos ao mês

São dentistas, auxiliares, técnicos e outros profissionais que atendem a população

Ariel Rocha
Ascom/PMI
Para ter atendimento especializado, o paciente precisa ser encaminhado pela Atenção Básica - Foto: Patrícia Araújo
O Centro de Especialidades Odontológicas do Município, CEO, realiza uma média de 1200 procedimentos por mês. O local oferece atendimento em oito especialidades, são elas: periodontia, endodontia, cirurgia bucal, pacientes especiais, odontopediatria, dentística especializada, prótese e radiologia. Imperatriz conta com duas unidades em pleno funcionamento, uma fica no bairro Três Poderes, que funciona em três períodos do dia, e a outra no Parque Anhanguera, que opera pela manhã e tarde.

São realizados no CEO procedimentos de cirurgia oral menor, como retirada de dentes sisos, cistos e intervenções na gengiva. Também são feitos tratamento de canal, restaurações complexas, próteses totais e parciais, radiologia dentária e entre outros diversos serviços voltados à saúde bucal. Para ter acesso ao serviço especializado, o paciente precisa ser encaminhado pela Atenção Básica, após exame do dentista da Unidade Básica de Saúde do seu bairro.

O coordenador do CEO do Município, Zilson Carlos, enfatiza que dos 30 Centros Especializados do Maranhão, apenas o da capital e o de Imperatriz possuem todas as especialidades. “As nossas unidades na cidade contam com 34 dentistas para atender a população, além de auxiliares, técnicos de laboratório, entre outros. Serviços estão reduzidos por conta da pandemia de Covid-19, com as normas  de isolamento social e regras sanitárias para evitar a proliferação do vírus”, explica.

Os melhores cuidados para a saúde bucal são a prevenção e a higiene adequada. A pesquisa da Universidade Federal de Pelotas, publicada no International Journal of Paediatric Dentistry, aponta que houve uma queda de 89% nos tratamentos dentários em crianças durante a pandemia. “É importante cuidar da saúde bucal em todas as faixas etárias, para evitar que as enfermidades bucais se tornem mais difícil de tratar, provocando piora na qualidade de vida do paciente”, completa Zilson.

A autônoma Diana Silva já realizou um procedimento cirúrgico no CEO, que foi a retirada de um siso. Para ela, o funcionamento do Centro beneficia toda a população que precisa de uma atenção especializada, voltada à saúde bucal. “As vezes é uma parte que a gente descuida, porque sabemos que isso custa caro, mas tendo um serviço de qualidade como esse, oferecido pelo Município, toda a população saí ganhando”, declara.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...