MENU

05/01/2022 às 00h00min - Atualizada em 05/01/2022 às 00h00min

FELIZ ANO NOVO A TODOS E A TODAS!

Cícero Carlos Maia
O ano chegou ao final! Foi um período muito difícil para todos, mas de grandes ensinamentos, descobertas e mudança de comportamentos.

Descobrimos que estamos lidando, franca e abertamente, com uma arma biológica de alta letalidade e uma capacidade de produzir sofrimentos sem igual, devido a alta transmissibilidade e penetrabilidade no corpo de suas vítimas. Tem causado desgraças no mundo todo, por onde passa, tirando a paz e o sossego de muitos.

Antes dessa doença, tínhamos a noção de que havia doenças de pessoas ricas e de pessoas pobres. Mas essa doença veio para pegar todo mundo, ricos e pobres, e chegou num país onde o sistema público de saúde está tão debilitado, quase às portas do abandono, de tal sorte que fomos buscar médicos em Cuba para atender os enfermos menos favorecidos da população e que se servem do Sistema Único de Saúde – SUS!

O que a Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI apurou do enfrentamento dessa tragédia foi absolutamente escandaloso, uma vez que os bilhões de recursos financeiros que foram carreados para o enfrentamento da situação pandêmica foram algo astronômico. E muito foi desviado para outras atividades, como é do conhecimento de todos.

Apesar de o Brasil ser um país de dimensões continentais, os aportes de auxílio chegaram aos locais mais distantes do país como a região Norte, em um espaço de tempo muito pequeno. O início do processo de vacinação começou na região sudeste, no dia 17 de janeiro, e no dia 19 as vacinas já estavam em São Gabriel da Cachoeira, no ponta da Região Norte, a mais de quatro mil quilômetros de onde o processo de imunização tinha começado.

Foi fundamental, no enfrentamento do infortúnio, o apoio das famílias, decisivo na recuperação de seus entes queridos, como a minha família, que cuidou de um irmão que já estava quase do outro lado, mas voltou graças à força e união de todos, orientado por médicos e enfermeiros que o trouxeram de volta.

O novo ano virá, esperamos, com o conhecimento e a liberação de antídotos que irão frear a evolução do vírus, o que nos permitirá ter um ano bem mais feliz.

Não podemos perder a esperança! Com a chegada do Natal o nosso grande presente foi  continuarmos na companhia das pessoas que dão sentido às nossas vidas e que a presença delas,  junto a nós, faz toda a diferença.

Por essa razão, desejo a todos que tenham um novo ano muito calmo, saudável e pacífico!

Feliz Ano Novo a todas e a todos!
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...