MENU

28/12/2021 às 09h23min - Atualizada em 28/12/2021 às 09h23min

De olho na obra: Construção do Centro de Convenções de Araguaína avança e chega aos 70% da primeira etapa

Obra faz parte do Complexo de Turismo e Negócios da Via Lago, que tem objetivo de desenvolver econômica e socialmente a região

Felipe Maranhão
Ascom PMA
Foto: Marcos Sandes/Divulgação Ascom PMA
  
Araguaína/TO - Apesar do período chuvoso, a obra de construção do primeiro Centro de Convenções da região norte do Tocantins continua avançando. A primeira etapa, que corresponde a parte estrutural, cobertura e instalações hidráulicas e elétricas já alcançou 70% de obra concluída. A obra faz parte do Complexo de Turismo e Negócios da Via Lago, que tem objetivo de desenvolver econômica e socialmente a região, gerando emprego e renda para a comunidade e está localizado no cruzamento da Via Lago, principal cartão postal da cidade, com a Avenida Filadélfia.

“Nós alcançamos 70% de obra concluída desta primeira etapa. Após a conclusão, será iniciada a etapa de acabamento interno, instalação de ar-condicionado, entre outros serviços necessários para finalmente colocar o Centro de Convenções em funcionamento”, explica o secretário do Planejamento, Frederico Prado.

De acordo com o cronograma da obra, ainda este mês serão concluídas as estruturas de concreto armado, como pilares e vigas, execução das estruturas metálicas da cobertura; montagem do telhado e impermeabilização do terraço com manta asfáltica e contrapiso.

A obra

Construído em um terreno de mais de 24 mil m², uma área equivalente a mais de três campos de futebol, o espaço público do Centro de Convenções terá um salão geral para eventos, exposições e shows, lavabos com acessibilidade, salas de aula ou reuniões, administração, cozinhas e um terraço. Ao todo, serão 7 mil m² de área ao ar livre com calçadas e um estacionamento para cerca de 200 veículos.

A primeira etapa conta com investimento de cerca de R$ 8,6 milhões, sendo R$ 5,3 milhões do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, e R$ 3,3 milhões do Tesouro Municipal. Já para a segunda etapa, que construirá a área externa, estão projetados R$ 5 milhões e o projeto já está em análise dos técnicos da Caixa Econômica Federal.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...