MENU

14/09/2021 às 21h50min - Atualizada em 14/09/2021 às 21h50min

“Zona Azul democratiza vagas”, diz secretário

Secretário de Trânsito, Leandro Braga, destacou em audiência pública os benefícios do sistema rotativo de estacionamento

​Gil Carvalho
Ascom/PMI
O secretário Leandro Braga diz que o sistema democratizou vagas de estacionamento no setor comercial de Imperatriz - Foto/Ascom
  
O secretário de Trânsito e Transportes, Leandro Braga, participou na manhã desta terça-feira (14) de audiência pública realizada no plenário Léo Franklin, da Câmara Municipal de Imperatriz. Ele atendeu convite do legislativo para falar sobre o sistema rotativo Zona Azul, implementado para beneficiar a sociedade de forma democrática na utilização de vagas para estacionamento de veículos.

“Nós entendemos, assim como analisam nossos técnicos que é um grande benefício para cidade, pois o estacionamento na área comercial proporciona mais conforto e comodidade ao usuário que busca por uma vaga”, disse ele, que iniciou rechaçando boatos de implantação do sistema rotativo de Zona Azul no setor do Mercadinho.

Para ele, “não é apenas quem trabalha no comércio que tem direito de estacionar nestas vagas, mas de forma democrática todos os usuários poderão usá-la através do sistema pré-pago que facilita esse acesso”. “Pessoas querem ter o direito de estacionar de ir a uma clínica e/ou fazer compras no comércio, mas o que acontecia é que o cidadão não encontrava vagas e acabava indo para shoppings ou outros locais”, lembra.

Leandro Braga garante que “atualmente vaga de estacionamento no centro comercial no setor público da cidade é democrática, pois precisa ser utilizada por todos, e não apenas por uma parcela do comércio”. “Essa ideia de estacionamento rotativo existe não apenas em Imperatriz, mas em várias outras cidades do Brasil, cujo propósito é democratizar vagas de estacionamento ao cidadão”, conta.

Ele observa que “o mundo enfrenta uma pandemia que afetou a evolução da economia de modo em geral, porém temos conversado com setores do comércio sobre a sua importância, fato que chegou a ser amplamente discutido por membros da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII)”. “Esse projeto chegou a discutido e votado em plenário nesta Casa de Leis, contribuindo no processo de organização e desenvolvimento de Imperatriz”, ressalta.

A acadêmica de Administração, Bruna Morais, que acompanhou através das redes sociais a audiência pública, comentou que “tinha muita dificuldade em conseguir uma vaga de estacionamento próximo ao setor do Calçadão, mas que depois da Zona Azul melhorou de forma considerável ir ao centro comercial”.
“Ficávamos circulando por vários quarteirões até encontrar uma vaga de estacionamento para ir às compras na Avenida Getúlio Vargas. Agora tudo ficou mais fácil”, concluiu.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...