MENU

31/12/2020 às 00h00min - Atualizada em 31/12/2020 às 00h00min

Bastidores


Mudanças
O governador Flávio Dino (PCdoB) mexerá na equipe de governo, no primeiro escalão. Ontem, ele anunciou que o deputado Márcio Jerry assumirá a Secretaria de Estado das Cidades (Secid). No primeiro mandato de FD, Jerry era secretário de Comunicação e Articulação Política (SECAP). O também deputado federal Rubens Júnior, que perdeu a eleição para prefeito de São Luís, poderá assumir a SECAP, atualmente comandada por Rodrigo Lago, que assumirá a Agricultura Familiar. Mas há a possibilidade de ser desmembrada a Comunicação da Articulação Política, com Rubens assumindo a segunda. A volta de Jerry ao governo é, na verdade, para assumir as articulações políticas visando a sucessão do governador Flávio Dino. Ele tentará impedir um racha no grupo, com as possíveis candidaturas ao Palácio dos Leões do senador Weverton Rocha (PDT) e do vice-governador Carlos Brandão (Republicanos). Prever-se que haverá mais mudanças no secretariado estadual. No início de janeiro, Dino deverá anunciar outros nomes.

E…
Diante das mudanças que começam a ser anunciadas, um observador político local indagou se haveria a possibilidade de, também, acontecer troca de comando em órgãos estaduais de Imperatriz. Pelo menos por enquanto, não existe indício sobre mudança, embora haja a especulação de que o ainda vereador José Carlos Barros poderia assumir um cargo. É aguardar.

Suplentes
Com a volta dos deputados Rubens Júnior e Márcio Jerry ao governo, as duas cadeiras na Câmara dos Deputados serão ocupadas pelos suplentes Gastão Dias Vieira (Pros) e Dr. Antonio Elizabeth Gonçalo. Este é irmão do prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo. Agora o primeiro da fila de suplentes será Leandro Bello (DEM), com base eleitoral em Timon.
 
Cobrando
Em nota nas redes sociais, a senadora maranhense Eliziane Gama (Cidadania) cobrou do Governo Bolsonaro celeridade sobre as vacinas contra Covid-19. Ela observou que vários países de outros continentes já estão realizando vacinação, como também da própria América do Sul, casos de Argentina e Venezuela. “Enquanto isso no Brasil, são 200 mil mortos e o PR acusa os laboratórios pelo atraso. Negligência e falta de planejamento que poderão ceifar mais vidas”, assinalou Eliziane Gama.

Também
Outros senadores também estão criticando o governo pelo atraso na vacinação. O senador Major Olímpio (PSL-SP) destacou o fato de mais de 40 países já terem iniciado a vacinação. “Não dá pra ficar negando a necessidade da vacinação como único caminho que a humanidade tem”. Para ele, além dos benefícios econômicos, já reconhecidos por integrantes do governo, é preciso pensar nas vidas que serão salvas.

Liberar
Ontem, o ministro do Supremo Tribunal Federal (Ricardo Lewandowski, manteve a autorização para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) libere o uso emergencial de vacinas em até 72 horas após o pedido. A liberação vale para vacinas aprovadas por ao menos uma de quatro agências reguladoras: Estados Unidos, China, Japão ou Europa.

Números
O último boletim divulgado pela prefeitura de Imperatriz revelava 198 casos de Covid-19 registrados neste mês de dezembro. Na UTI municipal havia apenas um paciente, e vindo de Açailândia. Em leito, apenas três, sendo apenas um de Imperatriz. No total desde o início da pandemia, são 8.551 casos em Imperatriz, com 58 ativos, 8.092 recuperados e 401 óbitos.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...