MENU

11/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 11/09/2020 às 00h00min

Motoristas de aplicativo protestam após colega ser vítima de tentativa de homicídio

Eduardo Sousa Oliveira se encontra internado no Socorrão e a situação é grave

Dema de Oliveira
Motoristas por aplicativo durante a carreata de protesto por segurança - Foto: Divulgação/Whatsapp
Motoristas de aplicativo de Imperatriz organizaram um protesto na noite de terça-feira (8) para reivindicar por mais segurança no serviço de transporte de passageiros. A manifestação iniciou pela Avenida Pedro Neiva de Santana e desceu para o centro da cidade, passando pelo Socorrão, onde o motorista por aplicativo Eduardo Sousa Oliveira está em tratamento dos golpes de faca recebidos, em seguida passaram pela Delegacia Regional de Polícia Civil e por outros órgãos, como Fórum e Ministério Público. 

Vários motoristas por aplicativo na cidade já foram vítimas de ações de bandidos, como assaltos entre outros crimes, culminando com esse caso de Eduardo Sousa Oliveira. 

O acusado de ter tentado matar Eduardo Sousa Oliveira, identificado por Vitor Igor Ferreira da Silva, de 19 anos, está foragido e um grupo de motoristas por aplicativo está oferecendo a quantia de R$ 1 mil para quem informar o paradeiro dele. Tudo teria iniciado em função de uma discussão por desacordo entre o valor da corrida entre as partes. Eram quatro jovens e três meninas, também adolescentes, que estavam no táxi. Entretanto, o autor das facadas foi Vitor Igor Ferreira da Silva. 

Os motoristas relatam o medo que enfrentam no trabalho e que, às vezes, é preciso até recusar determinadas corridas pela insegurança. Vários deixaram de trabalhar durante a noite, após pressão da família. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...