MENU

10/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 10/09/2020 às 00h00min

Acadêmicos da Facimp apresentaram projeto científico em evento internacional

(Assessoria de Imprensa - Facimp)
Os alunos desenvolveram análise sensorial do café produzido a partir do açaí - Foto: Divulgação
Cinco acadêmicos e uma professora da Facimp, tiveram seu projeto aprovado e foram convidados para participarem da programação de uma premiação internacional, que foi transmitida para todo o mundo nesta quarta (09), a "World Cup Enactus 2020". O evento acontece dos dias 8 a 11 de setembro. Os alunos apresentaram o trabalho "uma análise sensorial do café produzido através do açaí", sendo que, dos seis projetos aprovados ao redor do mundo, três foram do Brasil, e um representou Imperatriz no evento global.

Os acadêmicos do núcleo de Engenharias da Facimp, Artur Torres, Hernandes Magalhães, Isabella Toledo, Klenne Lys, Pedro Nascimento e a professora que os orientou, Raiana Luz, receberam o convite da Enactus Global para apresentarem o projeto desenvolvido na comunidade Açai km 1700, que beneficia e propõe empreendimentos sociais com a produção do café através do açaí.

O evento seria em San Francisco na Califórnia, mas por conta da pandemia do coronavírus está sendo transmitido de forma remota. Os acadêmicos Pedro Nascimento e Isabella Toledo representaram os colegas na apresentação do projeto científico no evento.

A World Cup Enactus 2020 enaltece e premia os trabalhos que privilegiam as atividades sustentáveis e beneficiam as comunidades ao redor do mundo, através da inovação e do impacto social.

Isabella Toledo, uma das acadêmicas da Facimp envolvida no projeto científico, falou um pouco das perspectivas pós apresentação no evento: "Nossa expectativa é conseguir engajar a nossa pesquisa e mostrar o grande potencial que temos, pois somos o primeiro time do Maranhão Enactus e gostaríamos de mudar o mundo através de nossas pequenas ações".

"O convite para a apresentação do nosso projeto internacionalmente vem para comprovar a capacidade e viabilidade das ações desenvolvidas na comunidade Açaí 1700. Este reconhecimento impulsiona os nossos alunos a continuarem com as ações na nossa região e esperamos trazer mais visibilidade para a região e para a população imperatrizense", relatou a professora que coordena o time Enactus Facimp, Raiana Luz.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...