MENU

08/07/2021 às 19h01min - Atualizada em 08/07/2021 às 19h01min

Homem atropela e mata ex-mulher e o namorado em Senador La Rocque

Identificado apenas por ‘Carlim do Jenipapo’, o acusado está foragido

Dema de Oliveira
Carlim, Ana Clara e Diego, vítimas de uma tragédia anunciada - Fotos: Divulgação/Redes Sociais
 
Uma tragédia que já se anunciava, acabou acontecendo. Homem atropelou e matou a ex-mulher e o namorado dela, ação criminosa ocorrida no início da noite desta quarta-feira (7), na MA-122, na cidade de Senador La Rocque, a 30 km de Imperatriz. 

O autor do duplo homicídio foi o homem identificado apenas por ‘Carlim do Jenipapo’, que está foragido e sendo procurado pela polícia.

‘Carlim do Jenipapo’ conduzia uma caminhonete Chevrolet, cor branca, modelo D-20, e ao avistar a ex-mulher Ana Clara na garupa da motocicleta que era conduzida pelo bombeiro civil identificado por Diego Bezerra, jogou o veículo contra o casal. A moto foi jogada ribanceira abaixo, depois de ter sido arrastada pelo asfalto por cerca de 20 metros. Ana Clara morreu logo, entretanto, o bombeiro civil Diego Bezerra ainda ficou vivo, ocasião que ‘Carlim do Jenipapo’, de posse de uma barra de ferro que pegou na caminhonete, desferiu vários golpes, acabando de matá-lo. Logo em seguida fugiu a pé, deixando a caminhonete, e até o fechamento dessa edição de O PROGRESSO ele não tinha sido localizado.

Ameaças
‘Carlim do Jenipapo’ e a professora Ana Clara estavam separados havia um ano, entretanto, ele ainda não tinha assimilado. Não aceitava a separação e vivia perseguindo e fazendo ameaças à ex-mulher. Em uma das ameaças disse que se pegasse ela com outro homem, a mataria e depois se matava. 

Não se tem informações se a professora Ana Clara tinha alguma medida protetiva em desfavor de ‘Carlim’. Ela deixou dois filhos menores.

O namorado de Ana Carla, Diego Bezerra, era bombeiro civil e residia em Imperatriz e estava tendo esse relacionamento já havia alguns meses. Várias vezes, amigos e familiares dele já tinham alertado-o sobre o perigo que corria. E o pior acabou mesmo acontecendo. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de João Lisboa.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...