MENU

04/05/2021 às 20h01min - Atualizada em 04/05/2021 às 20h01min

Suzano renova Pacto contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas rodovias brasileiras

O Programa Na Mão Certa visa sensibilizar motoristas e caminhoneiros a atuarem como agentes de proteção dos direitos de crianças e adolescentes

Assessoria
Reforçando o seu compromisso com a proteção dos direitos de crianças e adolescentes, a Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, renovou, no mês de fevereiro, o Pacto Empresarial contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas rodovias brasileiras. A renovação garante tanto a continuidade das ações de enfrentamento em Mato Grosso do Sul quanto a expansão da iniciativa para outras unidades da companhia no Brasil com o objetivo de sensibilizar colaboradores da empresa para atuarem como agentes de proteção dos direitos da criança e do adolescente.

Por meio do Programa Na Mão Certa, a principal estratégia da iniciativa é apoiar empresas e entidades empresariais na sensibilização e educação continuada de motoristas e caminhoneiros para que sejam agentes de proteção nas rodovias brasileiras. “A partir dessa iniciativa em parceria com a Childhood Brasil, nós esperamos engajar esse público fundamental na luta contra o fim da exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil, ainda mais necessária neste momento de crise econômica e social evidenciada pela pandemia. Esse tipo de ação vem ao encontro do nosso Propósito de renovação, tão necessário nesse cenário que estamos vivendo”, afirma Giordano Automare, gerente de Desenvolvimento Social da Suzano. 

O Pacto Empresarial, iniciativa da Childhood Brasil em parceria com o Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e apoio da Organização Internacional do Trabalho, é um compromisso público de engajamento no movimento criado pelo Programa Na Mão Certa com o objetivo de reduzir os casos de exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. 

A Suzano abraçou a causa do programa com ações que envolvem, além de caminhoneiros, todos os seus colaboradores, entre próprios e terceiros. Na implementação do programa, são realizadas ações de engajamento como palestras, encontros e treinamentos no formato virtual, além de campanhas de conscientização e distribuição de materiais informativos.  

Canais de denúncia 
Qualquer pessoa que flagrar alguma situação incomum que levante suspeitas de que uma criança ou adolescente possa estar em risco deve denunciar o caso. Em Três Lagoas, os principais canais de denúncia são: 
Disque 100 (Disque Direitos Humanos); Aplicativo Direitos Humanos Brasil (pode ser baixado em IOS ou Android); Whatsapp (61) 9 9656-5008; Polícia Militar: 190; Polícia Rodoviária Federal: 191 
SAFERNET HOTLINE (crimes e violações contra Direitos Humanos na internet): http://new.safernet.org.br/denuncie 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...