MENU

30/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 30/01/2021 às 00h00min

Polícia Civil prende professor suspeito de matar menina indígena da Aldeia Barreirinha

Vanessa Guajajara tinha cinco anos e foi encontrada em um córrego na região entre Buriticupu e Arame

Haidê Rocha
Professor, que não teve o nome revelado, está cumprindo prisão temporária no presídio em Santa Inês - Foto: Divulgação
Na tarde desta quinta-feira (28), a Polícia Civil do Maranhão, juntamente com a Delegacia da Mulher de Buriticupu, prendeu um suspeito de assassinar criança indígena da Aldeia Barreirinha, que fica localizada na Terra Indígena Marariboia, município de Arame.

Um mandado de prisão foi expedido em Buriticupu e cumprido contra o suspeito.

Relembre o caso
A criança desapareceu de casa na última segunda-feira (25). Foram feitas buscas e corpo da foi achado em um rio na terça-feira (26). O pescoço dela apresentava sinais de lesão e segundo o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, foi comprovado morte por asfixia mecânica.

Prisão
De acordo com a polícia, foram feitas diligências até achar o suspeito para sua prisão temporária. O suspeito é professor e casado com uma índia da mesma aldeia. Informações policiais dizem que ele foi visto pela mãe da vítima perto da casa, depois do desaparecimento.

O trabalho de investigação continua para o fechamento do caso.A Polícia Federal informou que o caso não se tratava de violação dos direitos indígenas e por isso as investigações estão a cargo da Polícia Civil, que ainda não sabe a motivação do crime.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...