MENU

26/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 26/01/2021 às 00h00min

Médica dá orientações sobre doenças respiratórias

Paciente precisa procurar um profissional para avaliação adequada dos sintomas e receber o devido tratamento

João Rodrigues
Ascom/PMI
Em caso de sintomas gripais com febre, procurar atendimento nas UBS e, se apresentar falta de ar, paciente deve se dirigir à UPA - Foto: Edmara Silva
A pandemia da Covid-19 mudou radicalmente os hábitos das pessoas em todo o mundo, que passaram a cuidar mais da higiene pessoal e do distanciamento social, entre outros cuidados para tentar evitar o contágio da infecção. 

Além dessas medidas, as pessoas devem ter atenção com a chegada do período de chuvas e as respectivas mudanças bruscas de temperatura em nossa região, que levam ao aparecimento de vírus que causam doenças respiratórias como a influenza, parainfluenza e adenovírus. A situação também preocupa quem tem doenças pré-existentes como a asma e DPOC, pois o período favorece sua “descompensação”.

Diante desse cenário, a médica pneumologista Eisângela Davila Aneli, do Centro de Especialidades Médicas de Imperatriz, CEMI, nos Três Poderes, tem algumas orientações importantes à população para esta época do ano.

“Essas doenças ocorrem devido à  aglomeração, que costuma acontecer no período chuvoso, e a transmissão se dá por gotículas geradas na tosse, espirros ou na respiração, que estão dispersas no ar. Assim, em ambientes fechados e, com muitas pessoas, torna-se mais fácil de contrair um destes vírus e desenvolver sintomas”, disse a médica formada pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

Elisangela Aneli fez questão de abordar sobre a importância da vacina, como meio de proteção contra as doenças. Segundo ela, “os anticorpos são produzidos pelo nosso sistema imunológico para combater as infecções. Além de guardarem memória de proteção, o que evita a repetição da mesma doença no futuro.

Já as vacinas estimulam nosso sistema imunológico a produzir anticorpos sem que fiquemos doentes, diminuem a frequência e o número de internações em decorrência da gripe e suas complicações”.

Confira, na íntegra, as orientações da médica
Qual a diferença entre resfriado, gripe e pneumonia?


O resfriado, apesar de frequente, não deixa o paciente debilitado. É ocasionado por vírus e por este motivo não há necessidade do uso de antibióticos, somente o uso de medicamentos sintomáticos. Acomete a via respiratória superior. E tem como sintomas: coriza nasal, espirros e dor na garganta. Geralmente não causa febre exceto em crianças pequenas.

Por sua vez, a gripe costuma deixar o paciente debilitado. Acomete as vias aéreas superior e inferior. Também é ocasionada por vírus e não há necessidade do uso de antibióticos, somente quando há complicações. Seus sintomas são febre elevada, coriza, tosse, dores pelo corpo e nas articulações, mal estar generalizado.

A pneumonia é uma doença que acomete os pulmões. Pode ser ou não a complicação de uma gripe. Também pode ser ocasionada por vírus, bactérias, fungos. Seus sintomas são semelhantes aos da gripe acrescidos de dor no peito ao respirar, catarro amarelo e falta de ar.

Em condições normais, sem citarmos a pandemias, quais são os cuidados?

Devemos evitar ambientes fechados e com muitas pessoas. Manter a lavagem das mãos, vacinação anual da gripe e para pneumonia. Além disso, manter a doenças pré-existentes tratadas.

Quem deve diferenciar se esta diante de um resfriado, gripe ou descompensação de asma, DPOC ou insuficiência cardíaca ou infecção pelo Coronavirus é o médico! O paciente precisa procurar um profissional para uma avaliação adequada dos sintomas e receber o devido tratamento.

Deixe um passo a passo de orientação. Em que momento paciente deve procurar uma unidade de saúde?
Sintomas gripais com febre, procurar atendimento nas UBS
SINTOMAS GRIPAIS+ Febre+ falta de ar, procurar UPA’s
Remédios caseiros como mel, chá de limão e outros nessa linha são aconselháveis.
Não há comprovação científica que sejam benéficos ou maléficos

Outras orientações
Manter distanciamento 
Evitar aglomeração
Manter o uso de máscaras 
Lavar as mãos com água e sabão hoje e sempre!!!!
Uso de álcool em gel quando não puder lavar as mãos!
Não passar a mãos nos olhos, nariz e boca!
Vacinação anual para gripe!
Vacinação para pneumonia!
Vacinação para COVID 19!
Evitar o uso de medicações sem a prescrição médica!.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...