MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
09/12/2022 às 18h59min - Atualizada em 09/12/2022 às 18h59min

Justiça determina cassação do exercício da medicina de médico imperatrizense

Médico, que também é Tenente Coronel da Polícia Militar, pode ficar seis meses sem exercer a profissão

Dema de Oliveira
Foto: Divulgação
 
O Tribunal de Justiça do Maranhão- TJ-MA determinou o afastamento do exercício da medicina do médico Alberto Nasser Duarte Santos, denunciado por crime de estupro contra uma paciente, em junho deste ano, na Unidade Básica de Saúde dos Três Poderes. 

Na época, o caso foi denunciado pela vítima à Polícia Civil, que abriu inquérito que foi levado ao Ministério Público do Maranhão. A Secretaria Municipal de Saúde também abriu um processo administrativo e afastou o médico da função pública.

Alberto Nasser Duarte Santos é também Tenente Coronel da Polícia Militar, lotado no 3º BPM, sediado em Imperatriz.

De acordo com o parecer, a justiça determinou a suspensão do exercício da medicina para Alberto Nasser Duarte Santos, pelo prazo de 6 meses, podendo ser prorrogado, por igual período, com a finalidade de resguardar a ordem pública e a instrução criminal, sem prejuízo da remuneração recebida em função do seu cargo, até ulterior deliberação da justiça. O médico está proibido de qualquer contato com a vítima e principalmente se aproximar dela. Vale lembrar, que a medida pode ser revogada, como também pode ser decretada a prisão preventiva do médico, caso sejam essas medidas alvos de descumprimento por parte do acusado. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90