MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
30/11/2022 às 16h18min - Atualizada em 30/11/2022 às 16h18min

Judiciário de Imperatriz atua na campanha dos 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher

Lema da campanha: ‘Una-se Maranhão, pela vida e dignidade para todas!’

Helena Barbosa
Asscom CGJ
As mulheres em situação de violência podem recorrer à assistência dos órgãos que integram a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher - Fotos: Divulgação - Asscom CGJ
 
A Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Imperatriz participou das ações da campanha dos “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra Mulheres e Meninas” de 2022, de 18 de novembro a 9 de dezembro.

A campanha deste ano adotou o lema “Una-se Maranhão, pela vida e dignidade para todas!”. O evento é realizado no Maranhão pelos órgãos que compõem a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, da qual faz parte a vara especializada.

As atividades da campanha contam com a colaboração dos profissionais da equipe multidisciplinar da Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Imperatriz.

PROGRAMAÇÃO 
A programação começou no dia 18 de novembro, com uma panfletagem no calçadão de Imperatriz das 15h às 17h. No dia 22, foram ministradas duas palestras. A primeira, de manhã, para alunos do Ensino Fundamental da Escola Municipal Santa Isabel do município de Davinópolis - termo judiciário da Comarca de Imperatriz. De tarde, a palestra abordou o “Dia da Consciência Negra”, na sede do projeto social “Batuk”, no bairro Vila Vitória.

No dia 23, foi realizada uma exposição e premiação de desenhos mulheres afros/CEIRI, na Defensoria Pública. 25, foi realizado um evento alusivo a um ano do funcionamento do Centro de Atendimento ao Autor de Violência contra a Mulher (CAAVM). Dia 29, a deputada Janaína Ramos ministrou a palestra “Violência de Gênero na Política”.

Para dezembro, a campanha planeja a realização de uma ação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com moradores de rua, na sede do CEUMA. Dia 6, haverá um “pit stop” referente ao dia Nacional de Mobilização dos Homens em favor da campanha. Para o dia 8, está previsto um evento alusivo ao “Dia Nacional de Mobilização ids Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres – Campanha do “Laço Branco”, na sede do CAAVM.

O encerramento das atividades deve ocorrer no dia 9 de dezembro - comemorativo do Dia dos Direitos Humanos Junto às mulheres em Cárcere”, a ser realizado pela Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher em parceria com a Unidade Prisional de Ressocialização de Davinópolis.

ASSISTÊNCIA DA REDE DE ENFRENTAMENTO 
Além de poder solicitar medida protetiva à vara, as mulheres em situação de violência podem recorrer à assistência dos órgãos que integram a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher: Delegacia Especializada da Mulher,  Polícia Militar (Patrulha Maria da Penha), Promotoria Especializada em Atendimento à Mulher, Defensoria Pública estadual, Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM), Casa Abrigo “Dra. Ruth  Noleto”, Centro de Atendimento aos Autores de Violência Contra a Mulher (CAAVM), Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres de Imperatriz e Casa da Mulher Maranhense.

As vítimas dispõem, ainda, do telefone 180 (Central de Atendimento à Mulher) para acionar as autoridades da rede, que funciona de segunda a sexta-feira, com ligação gratuita.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90