MENU

OPROGRESSONET Publicidade 1200x90
OPROGRESSONET Publicidade 728x90
13/10/2022 às 07h30min - Atualizada em 13/10/2022 às 07h30min

Em jogo disputado, Flamengo empata em 0 a 0 com o Corinthians pela primeira final da Copa do Brasil

Placar sem gols não reflete número de chances claras criadas na partida; finalíssima será na próxima quarta-feira (19), no Maracanã

Isabela Abirached
Comunicação Flamengo
Foto: Gilvan de Souza/CRF

  
Noventa minutos - mais acréscimos - de muita disputa e chances de gol para os dois lados. Foi assim que começou o duelo pelo troféu desta edição da Copa do Brasil. Em partida movimentada, o Flamengo empatou em 0 a 0 com o Corinthians, na noite desta quarta-feira (12), na Neo Química Arena, pelo primeiro jogo das finais do torneio nacional.

O vencedor da partida da próxima quarta-feira (19), no Maracanã, será o campeão; qualquer empate levará a decisão para os pênaltis. Com o cartão amarelo recebido neste jogo, João Gomes, que estava pendurado, foi suspenso e está fora da finalíssima.
 

Primeiro tempo

O Flamengo começou a partida marcando a saída de bola do adversário. Já no primeiro lance ofensivo rubro-negro, Gabi trouxe para dentro e soltou a bomba de canhota, que passou perto da trave direita do goleiro Cássio. A resposta do time paulista veio em poucos minutos, em duas bolas alçadas na área, mas com o adversário pecando nas finalizações. Aos 11 minutos, Everton Ribeiro e Pedro protagonizaram um belo lance: o capitão passou na medida, em profundidade para o centroavante, que estava bem posicionado à esquerda da pequena área; cara a cara com Cássio, o camisa 21 tentou tirar do arqueiro com uma cavadinha, mas a redonda não foi no alvo.

O início da primeira etapa seguia com o Corinthians buscando subir a marcação, mas o Flamengo não se intimidou e seguiu pressionando, dominando amplamente a posse de bola e obrigando o adversário a se fechar no campo de defesa. Nas poucas vezes em que apareceram no ataque, os paulistas não levaram perigo à meta do goleiro Santos, mas tampouco o Mais Querido conseguia criar chances reais de gol - até os 27 minutos, quando De Arrascaeta cruzou com veneno em busca de Gabriel Barbosa, que não alcançou para empurrar para a rede no segundo pau. Chance mais clara veio logo depois, aos 30, em boa arrancada rubro-negra: João Gomes roubou a bola de Fagner na ponta esquerda e Pedro ficou com ela, para disparar e tocar para Gabigol, dentro da área; o camisa 9 conseguiu chegar, mas Cássio chegou na dividida e evitou a abertura do placar.

 

 

Faltando 10 minutos para o intervalo, o Corinthians cresceu ofensivamente e também teve a chance de inaugurar o marcador em bom momento na partida. Aos 35, Adson tocou para Yuri Alberto bater cruzado e tirar tinta da trave de Santos. Mas a principal oportunidade do adversário foi aos 41, novamente com Yuri Alberto, que foi travado por Thiago Maia na hora do arremate - quase um gol do volante rubro-negro, que salvou o Flamengo em momento de muita lucidez. Antes de o apito do árbitro anunciar o fim do primeiro tempo, ambas equipes chegaram, em três chutes de longa distância: Renato Augusto para um lado e Gabigol e Thiago Maia para o outro.
 

Segundo tempo

O Rubro-Negro teve grande chance já no primeiro minuto da etapa complementar, após uma falta de Gil sobre Pedro na entrada da grande área; na cobrança, De Arrascaeta tirou demais da barreira e a bola foi por cima do travessão. No retorno do vestiário ao gramado, o técnico Dorival Júnior pediu uma troca de passes mais rápida de seus comandados - e o time atendeu em boa jogada aos seis minutos. Depois boa trama, Pedro escorou para João Gomes, que encontrou Gabigol dentro da área; o atacante chutou firme, cruzado, mas a bola desviou e saiu para corner. Em mais uma bela jogada coletiva, aos 12, Léo Pereira lançou Everton Ribeiro, que ajeitou de cabeça para o meio; Gabriel bateu de primeira à queima-roupa e obrigou Cássio a operar um milagre. A resposta alvinegra veio com Renato Augusto, em arremate de chapa de fora da área.

Aos 20, um pombo sem asa de David Luiz machucou o coração do torcedor rubro-negro, explodindo caprichosamente no travessão de Cássio, no que seria um golaço de derrubar a coruja. Esta foi só a primeira das três chances claras de gol que se sucederam no campo de ataque rubro-negro. Aos 22, foi a vez de Everton Ribeiro exigir boa defesa de Cássio após chute forte; em seguida, Gabi recebeu de Pedro na entrada da área e chutou cruzado, mas a bola desviou na marcação e passou raspando a trave.

Aos 34, o Corinthians chegou com Giuliano, que bateu forte de direita, na entrada da área, mas Léo Pereira se atirou na frente da bola para proteger a meta de Santos em lance salvador. O Flamengo respondeu com bom chute de Pedro e cobrança perigosa de escanteio de Filipe Luís. A equipe crescia na partida nos minutos finais, até que, aos 43 minutos, falhas nos refletores do estádio levaram à paralisação temporária da partida. David Luiz chegou a cabecear para balançar a rede, mas o lance já não valia nada.

Quando a bola voltou a rolar, o duelo seguiu quente. O Flamengo teve grande chance, mais uma vez, com David Luiz, em nova cobrança de escanteio. Já o Corinthians levou perigo com Fábio Santos pouco antes do apito final do árbitro.
 

Fala, professor!

Em entrevista coletiva à imprensa após o jogo, o técnico Dorival Júnior comentou sobre a expectativa para a grande decisão do título, na próxima semana.

"É um clássico do futebol brasileiro, são duas grandes equipes. Chegamos aonde chegamos, Flamengo e Corinthians, não por acaso. Sinceramente, não há favoritos. Temos que jogar com muito cuidado, o Corinthians naturalmente fará outro tipo de jogo no Maracanã, mas não deixará de ser uma equipe forte e constante, que tem evoluído muito. Teremos que jogar mais, assim como eles, se quisermos buscar o resultado. Espero que seja um jogo ainda melhor que este primeiro", disse o treinador.
 

Próximo compromisso

O Flamengo volta a campo neste sábado (15), às 20h30, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe recebe o Atlético-MG, no estádio do Maracanã, antes da finalíssima da Copa do Brasil, na quarta-feira (19), às 21h45, que também será no Mário Filho.

Ficha Técnica:

Corinthians 0x0 Flamengo - Final 1 - Copa do Brasil 2022
Local: Neo Química Arena, Itaquera, São Paulo-SP
Data e hora: 12/10/2022, 21h45
Arbitragem: Braulio da Silva Machado (SC), Kleber Lucio Gil (SC), Guilherme Dias Camilo (MG), Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Cartões amarelos: João Gomes (FLA), Fagner (COR)

Escalação do Flamengo:

Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes (Vidal), Everton Ribeiro (Fabricio Bruno) e De Arrascaeta (Victor Hugo); Gabi (Everton Cebolinha) e Pedro.
Técnico: Dorival Júnior

Escalação do Corinthians:

Cássio; Fagner, Gil, Balbuena e Fábio Santos; Fausto Vera, Du Queiroz (Ramiro), Renato Augusto (Giuliano) e Adson (Gustavo Mosquito); Róger Guedes (Mateus Vital) e Yuri Alberto.
Técnico: Vítor Pereira

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90