MENU

09/02/2022 às 20h18min - Atualizada em 09/02/2022 às 20h18min

Parceria entre Famem e Equatorial leva tarifa social a famílias do Maranhão

dA Assessoria
Erlanio Xavier, presidente da Famem (ao centro) e a gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão, Francília Soares (primeira à direita) - Foto: Divulgação/Famem
  
O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Erlanio Xavier se reuniu nesta quarta-feira (9), com a gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão, Francília Soares.

Os gestores dialogaram sobre os avanços do programa Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), que dá direito a 65% de desconto na conta de energia das famílias de baixa renda.

O destaque da reunião foi o anúncio da marca de 1 milhão de maranhenses beneficiados pela Tarifa Social, número alcançado graças à busca ativa de famílias potenciais beneficiárias do programa, realizada através da parceria entre Equatorial, Famem e Governo do Estado, durante o ano de 2021, quando foram registrados 61 mil novos cadastros ao benefício, o que representa um aumento de mais de 80% na adesão.

A gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão, Francília Soares, pontuou que a marca alcançada coloca o Maranhão em segundo lugar entre os estados com mais famílias cadastradas no programa Tarifa Social.

Ainda de acordo com a gestora, a parceria com a Famem foi preponderante para a ampliação no número de beneficiados no estado.

“Com esse número o Maranhão é destaque nacional, juntando-se à Bahia, que até então é o único estado da Federação com mais de um milhão de consumidores cadastrados no programa Tarifa Social.  E a busca ativa que realizamos com o apoio da Famem e os municípios foi fundamental para chegarmos a essa marca”, ressaltou.

Para o presidente da Famem, Erlanio Xavier, mais do que uma marca nacional, os números representam que mais maranhenses poderão economizar no pagamento da conta de energia e utilizar o valor economizado para comprar ítens que possam melhorar a sua qualidade de vida.

“Essa ampliação no número de cadastros no Tarifa Social significa mais famílias maranhenses fazendo economia na conta de energia e, portanto, podendo ter um valor a mais no orçamento familiar para a aquisição de algo que possa trazer mais qualidade para o seu dia-a-dia”, destacou.

Participaram da reunião também, o secretário executivo da Famem, Marcelo Freitas, o coordenador jurídico, Dr. Santiago, e o coordenador de Comunicação, Clodoaldo Corrêa. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »