MENU

28/10/2021 às 18h59min - Atualizada em 28/10/2021 às 18h59min

Assaltante de banco e carro-forte procurado em todo o Brasil é preso em Açailândia

Janison Resende de Oliveira da Silva é suspeito de comandar ataque a carro-forte no Maranhão

Dema de Oliveira
Janison Resende de Oliveira da Silva é acusado de vários assaltos por todo o Brasil - Foto: Divulgação/Whatsapp
 
A Polícia Civil do Estado do Pará, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e Antissequestro (DRRBA), prendeu nesta quinta-feira (28), em Açailândia, a 72 km de Imperatriz, um dos principais assaltantes de banco e carro-forte em atividade no Brasil.

Janison Resende de Oliveira da Silva foi preso em decorrência das investigações da ação de “novo-cangaço” realizada no município de Cametá, no Pará, em dezembro do ano passado que permitiu a identificação do acusado como um dos principais executores do delito, destacando-se como integrante do bando responsável pela logística de armamentos e explosivos utilizados no crime. 

Janison é natural da cidade de Santa Maria da Boa Vista (PE) e chegou ao Pará no ano de 2017, já com status de foragido do seu estado de origem. Entre os anos de 2017 e 2020, o acusado realizou diversas ações de “novo cangaço” e ataques a carros-fortes em vários estados da Federação, como Pará, Tocantins, Maranhão, Pernambuco, Bahia e Paraíba. Atualmente morava em Açailândia e por conta disso é suspeito de comandar o assalto a um carro-forte da Prossegur, na MA-206 no município de Amapá do Maranhão, fato ocorrido no dia 10 de outubro de 2021. 

No decorrer das investigações pela Polícia Civil foi identificado que o grupo de Janison planejava realizar o roubo a um carro-forte entre os municípios de Moju e Tailândia, na primeira quinzena do mês de setembro, ação criminosa esta que foi evitada pela atuação preventiva da Delegacia Especializada, resultando na apreensão de diversos armamento de grosso calibre e explosivos em Acará, no dia 11 de setembro último.

O suspeito organizou, ainda, no ano de 2021, ação de “novo-cangaço” contra o Bradesco do município de Monção, na região de Santa Inês, no Maranhão, evento criminoso que está sendo investigado pela polícia maranhense.
No momento de sua prisão foi dado cumprimento aos seguintes Mandados de Prisão Preventiva, expedidos pela Justiça paraense:

- Comarca de Conceição do Araguaia, ação “Novo Cangaço” contra o Bradesco de Santa Maria das Barreiras em 10/07/2018; - Comarca de Marabá, por roubo contra carro-forte da Empresa PROSEGUR, na BR-155, entre Marabá e Eldorado dos Carajás no dia 31/08/2019.- Comarca de Cametá, por crime de roubo “novo cangaço” contra o Banco do Brasil no dia 01/12/2021, já citada anteriormente, vindo a ser o  oitavo integrante preso. Também foram cumpridos os Mandados de Prisão Preventiva em aberto contra o suspeito da Comarca de Conceição, na Paraíba (PB); Comarca de Salgueiro, em Pernambuco (PE); das Comarcas de Barra e Paulo Afonso, na Bahia (BA); bem como três mandados de Prisão Preventiva oriundos das Comarcas de Pedro Afonso e Arapoema, no Tocantins, por ataques a carros-fortes no ano de 2019 nas cidades de Pedro Afonso/TO, Rio dos Bois/TO e Arapoema/TO, contabilizando o total de 10 (dez) prisões preventivas em cinco estados da Federação.

Após ser ouvido, o preso foi encaminhado ao Sistema Penitenciário, onde já se encontra à disposição da Justiça.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...