MENU

27/10/2021 às 18h32min - Atualizada em 27/10/2021 às 18h32min

Polícia ainda não tem pistas dos quatro detentos que fugiram da UPRI em Imperatriz

Fuga aconteceu durante a madrugada de terça-feira e vídeo mostra momento que os detentos deixam a unidade prisional

Dema de Oliveira
 
Pelo menos até o fechamento dessa edição de O PROGRESSO, policiais do sistema penitenciário estadual ainda não tinham qualquer pista para que pudessem chegar aos quatro detentos que fugiram da Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI). Fuga aconteceu durante a madrugada da última terça-feira e vídeo mostra momento que os detentos deixavam a unidade prisional. 

Uma força tarefa entre as policias Civil, Militar, CTA e Agentes Penitenciários, Serviço de Inteligência foi montada e está à caça dos bandidos, todos considerados de alta periculosidade. 

Jeconias Oliveira Macedo, por exemplo, responde por assaltos a bancos e a cargas, e veio de Açailândia justamente por motivo de segurança, tendo em vista que corria risco de ser resgatado por comparsas na cadeia de Açailândia. No que se refere a Stefano Rocha Santos, de 22 anos, o mais novo entre os quatro fugitivos, responde por homicídio em Imperatriz. 

O comando da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) abriu procedimento administrativo para apurar as circunstâncias da fuga. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »