MENU

27/09/2021 às 19h23min - Atualizada em 27/09/2021 às 19h23min

Sequestrador que pôs explosivos em corpo de gerente de banco no Maranhão é preso no Ceará

Ação criminosa foi na modalidade ‘sapatinho’, no dia 17 de novembro de 2020

Da Redação
Ascom PC/MA
SEIC do Maranhão cumpriu mandado na área metropolitana de Fortaleza - Foto: Divulgação/Assessoria/PC-MA
 
A Polícia Civil do Maranhão cumpriu um mandado de prisão contra integrante de uma facção criminosa, considerado extremamente perigoso, que participou do sequestro de gerente do Banco do Brasil de Codó em novembro de 2020. A prisão foi coordenada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) com apoio da Polícia Civil do Ceará.

Segundo as investigações do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras (DECRIF), no dia da execução do crime, os criminosos amarraram explosivos ao corpo do gerente, ameaçando detoná-los caso não fossem satisfeitas suas exigências.

Ação criminosa foi na modalidade ‘sapatinho’, no dia 17 de novembro de 2020. Após a chegada da polícia, o gerente ainda ficou esperando por horas, dentro da agência, com as bombas coladas ao corpo, porque o batalhão da cidade não possui especialistas em desarmamento de explosivos, que só foram retirados com a chegada dos especialistas de São Luís. A família do gerente também foi resgatada, na zona rural de Codó.

Com o avanço das investigações foi possível identificar o grupo que cometeu o crime, passando o DECRIF a localizar e prender seus integrantes em diferentes cidades, como em São Luís, Teresina e agora na área metropolitana de Fortaleza, no Ceará. 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...