MENU

28/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 28/01/2021 às 00h00min

Coluna do Illya


Shalom
A boa notícia vem de Israel, país que já vacinou 75 por cento de seus idosos e 25 por cento da população. Estudos ali realizados indicam que a chance para teste positivo da Covid-19 é muito menor entre os imunizados e que o impacto positivo da vacinação permite prever a redução das internações e mortes. Para nós, brasileiros em meio aos desatinos do Governo Federal, resta conviver com os “fura filas”, o que nos remete ao de sempre (…) e à frase sentença do ex-presidente francês, Charles de Gaulle: “O Brasil não é um país sério”, o que nesses tempos de pandemia, se amplia e se comprova pelo comportamento do povo nas ruas, nas festas e tudo o mais que possa significar aglomeração. Com os hospitais lotados e os cemitérios oferecendo espaços, tudo que resta, pelo menos aos de bom senso, é seguir o conselho do Dr. Nailton Lyra.
- “Fiquem em casa”.

Questão de responsabilidade
Em São Luís, a Escola Crescimento mal iniciou as aulas, suspendeu. Um dos alunos testou positivo para a Covid. A direção adotou a “quarentena” por 14 dias. Atitude que só merece elogios.

Pensando bem
Autor da frase “O que é bom para os Estados Unidos é bom para o Brasil”, o primeiro embaixador brasileiro em Washington, depois do Golpe de 64, Juracy Magalhães deve ter inspirado o presidente Jair Bolsonaro a se espelhar em Donald Trump.
- Passada as eleições (de lá), os norte-americanos já resolveram o problema (deles)…

Revolução... 
 Vai longe o dia 18 de janeiro de 1995. A revolta cidadã que afastou o prefeito Salvador Rodrigues passou em branco em 2021, como tem passado ao longo desses 26 anos. Segundo os novos conceitos era para estar em plena adolescência, mas pelo esquecimento, caminha célere para a senilidade. Se perguntar por aí, ninguém sabe o que foi o Fórum da Sociedade Civil de Imperatriz, menos ainda, o Movimento Fagulha.

Que revolução?
Personagens como o bispo dom Felipe Gregory, o poeta Valter Rocha de Andrade, o empresário Licínio da Rocha Cortez, o agrônomo Moreirinha, o advogado Ulisses Braga já se foram. Entre os que restam, a ex-vereadora Conceição Formiga, o jornalista Josué Moura, o professor José Geraldo, o ex-sindicalista (dizem que agora latifundiário) Valdinar Barros, além de outros atores menores, cada um, a seu modo, cuidam de suas atividades. 

Criminalizar os “fura-filas”
É de boa hora a ideia da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) em protocolar projeto de lei para tipificar como crime a antecipação indevida de vacinação durante a pandemia do novo coronavírus. Com a chegada da vacina pipocaram Brasil afora, inúmeras denúncias de irregularidades. Não basta punir apenas quem a vacina tomar, mas também, quem autorizou. Até aqui, 12 estados (AP, AM, BA, CE, MG, PA, PB, PE, PI, RN, SP e SE) e o DF teriam vacinado pessoas que não são dos grupos prioritários. Entre os “furas filas”, surgem os nomes de políticos, funcionários públicos e  empresários. 

Em tempo
No Maranhão, de olho no critério para fazer obedecer a fila de prioridade na vacinação contra a Covid-19. o Ministério Público que tem acompanhado e cobrado transparência no processo de vacinação já havia registrado até a manhã de ontem (27), quinze procedimentos em vários municípios. 

“Aluguel no Centro”
É boa iniciativa do governo Flávio Dino o lançamento do Programa “Aluguel no Centro”. Significa preservar o patrimônio que é o centro histórico de São Luís, que é também um dos maiores do Brasil. Vai estimular a atividade econômica e naturalmente a habitação, além de favorecer a mobilidade urbana. Entre os inscritos, quem for contemplado terá 80% do valor do aluguel do imóvel pago pelo governo estadual. Segundo informações, 387 imóveis estão disponíveis e aptos para o projeto que deve começar em abril.

A quem interessar 
Desde ontem, 27, foram abertas as inscrições para os interessados em participar da iniciativa. As inscrições podem ser realizadas, via internet, no site www.aluguelnocentro.ma.gov.br ou de forma presencial na sede da Segov, localizada no Edifício João Goulart, Praça Pedro II, Centro de São Luís.

Mamata
Se o imóvel precisar de reparos, o Governo do Estado realizará todas as intervenções necessárias antes de entregar ao locador beneficiário do projeto.
Link
ILLYA NATHASJE

ILLYA NATHASJE

ILLYA Ulianov Buby NATHASJE é publicitário e Diretor Comercial de O PROGRESSO.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...