MENU

17/12/2020 às 00h00min - Atualizada em 17/12/2020 às 00h00min

Bastidores


​ Mudanças
Ganham força as especulações, surgidas no início da semana, sobre a possibilidade de mudanças no comando de partidos no Maranhão. Seria já o começo da “preliminar” do jogo eleitoral de 2022 para acomodação de políticos e montagem de alianças. No PSDB, como a coluna divulgou na terça-feira, o senador Roberto Rocha perderia o comando estadual por ser bolsonarista. Para não perder membro no Senado, a direção nacional dos tucanos entregaria a sigla à senadora Eliziane Gama, atualmente no Cidadania. O PSDB terá candidato à Presidência da República, em 2022, possivelmente o governador de São Paulo, João Dória, e Roberto Rocha já deu clara demonstração de que apoiará a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Também conforme a onda de especulações, o caminho de Roberto Rocha seria o PTB, da base de apoio do Palácio do Planalto. Hoje o partido é comandado no Maranhão pelo ex-deputado federal e prefeito eleito de Arame, Pedro Fernandes.

Negando
Ontem, o senador Roberto Rocha negou que estaria deixando o PSDB. “Sem me ouvir, inventaram que vou deixar o PSDB, simplesmente porque não continuarei na liderança do partido, função que exerço há anos”, comentou Rocha nas redes sociais.

Água no chopp
José Augusto Cardoso Caldas (Republicanos) foi eleito prefeito de Milagres do Maranhão, mas corre o risco de não tomar posse. Ele teve indeferido o registro de candidatura pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) devido a contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA). Entretanto, a juíza Luzia Madeiro Nepomucena, da 1ª Vara da Fazenda Pública, concedeu liminar favorável a Augusto, suspendendo o acórdão do TCE. Mas nesta terça-feira (15) a liminar foi derrubada pelo desembargador Lourival de Jesus Serejo Sousa, presidente do Tribunal de Justiça.

Recesso
Nesta terça-feira, a Câmara Municipal de Imperatriz encerrou o 8º período da 18ª Legislatura e entrou de recesso. No dia 1º de janeiro haverá uma reunião, após a posse dos eleitos, apenas para a eleição da Mesa Diretoria. A Câmara retomará seus trabalhos no início de fevereiro sem 9 dos atuais vereadores. Três não disputaram a reeleição – Zé Carlos, Hamilton Miranda e Fátima Avelino. Além deles, estão fora da próxima legislatura Ditola Castro, Irmã Telma, Chiquim da Diferro, Maura Barroso, Sargento Adelino e Pedro Gomes. Doze vereadores se reelegeram. Antonio Pimentel e João Silva vão exercer o 7º mandato.

Contas
Os conselheiros e procuradores do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) analisaram e emitiram decisões, em Sessão Plenária realizada na manhã desta quarta-feira, 16, sobre as prestações de contas apresentadas pelos seguintes gestores públicos: Marcelo Jorge Torres (Godofredo Viana/2016) e Suely Torres e Silva (Matões/2016) tiveram aprovação. Ivanildo Paiva Barbosa (Davinópolis/2013) e Roberval Campelo Silva (Capinzal do Norte/2013) aprovação com ressalvas. Irene de Oliveira Soares (Presidente Dutra/2012), regulares com ressalvas, com multas no total de R$ 54.000,00. Airton Aquino Mota (Nova Iorque/2015) e Edison Bispo Chagas (Presidente Sarney/2014), desaprovação.

E…
Vale destacar que Ivanildo Paiva, de Davinópolis, foi assassinado no dia 11 de novembro de 2018. O corpo foi encontrado a cerca de dois quilômetros da sua fazenda, naquele município. Ele tinha 57 anos. Um dos suspeitos de envolvimento no crime é o então vice-prefeito José Rubem Firmo, apontado como o mandante. Ele assumiu o comando do município mas depois foi preso. A cidade está sendo administração pelo ex-presidente da Câmara, Raimundo Coquinho, que disputou a eleição do último dia 15 de novembro e venceu.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...