MENU

09/10/2021 às 00h00min - Atualizada em 09/10/2021 às 00h00min

Câncer, uma breve história

 
Câncer uma doença uma doença milenar ainda em busca de muitas respostas e a primeira referência conhecida sobre essa doença tem cerca de 2600 anos. No papiro, aonde um médico egípcio Imhotep, faz referências as 48 doenças conhecidas, e a 45ª é descrita como massas salientes que se espalham no peito, frias, duras e densas como uma fruta, a primeira descrição de um câncer de mama, mas no mesmo papiro quando se referia à terapia está escrito “nada existe”.

O Câncer, essa doença antiga e outrora clandestina, sobre a qual se falava aos sussurros e que em uma metamorfose nos últimos três séculos, transformou-se numa entidade letal, tão amplamente dominante que é considerada a peste de nossa geração.

Voltando a história, o médico grego Hipócrates achava que a doença tinha origem no desequilíbrio dos quatro humores corporais, a bile amarela, a bile negra o sangue e a fleuma, foi o primeiro em reconhecer a diferença entre tumores benignos e malignos. Os Romanos aprenderam que alguns tumores poderiam ser removidos, mas alguns voltavam a crescer.

Foram encontrados tumores ósseos, osteossarcomas, em múmias peruanas.

E é hipocrática também a origem do símbolo do Câncer, o caranguejo, esse termo apareceu pela primeira vez em torno de 400 A.C. derivado da palavra grega “karkinos” que significa caranguejo, que eram tumores, sem distinção de benigno ou malignos superficiais e visíveis a olho nu com vasos sanguíneos inchados em sua volta que faziam lembrar as patas de um caranguejo.  O Câncer teria origem, segundo o médico grego Claudius Galeno em uma superdose interna de bile negra, um dos humores vitais descritos por Hipócrates e sua recidiva e a não cura seria por continua produção dessa bile negra.

Porque antes do século XVII/XVIII temos poucos relatos do Câncer, a expectativa de vida era curta e a humanidade se preocupava com Peste, Tuberculose, Cólera, Malária e outras doenças infecciosas que abreviavam a vida.

Afinal o que é a doença denominada de Câncer, engloba mais de 100 diferentes tipos de doenças que tem em comum o crescimento celular desordenado e anárquico que podem invadir tecidos adjacentes e órgãos à distância, essas células são muito agressivas e incontroláveis determinados a formação de tumores que se espalham pelo corpo, os diferentes tipos de Câncer dependem do tecido de origem, por exemplo, os de tecidos epiteliais e de mucosas são denominados de carcinomas, os de tecido conjuntivo (músculo, ossos) sarcomas, também se diferenciam entre si pela sua capacidade de invasão, os de maior malignidade e mortalidade por consequência, são os de rápido crescimento e capacidade alta de metástases (implantes a distância).

Em torno da década de 50 existiam basicamente três teorias da origem dos tumores malignos, os virologistas, origem viral, mesmo não achando o vírus, os epidemiologistas apostavam na origem por substâncias químicas externas e os demais cientistas em genes, hoje sabemos que estavam todos certos, tumor de colo de útero HPV (vírus) tumor de pulmão fumo (substância externa) alguns tumores de intestino grosso (genéticos), são três rápidos exemplos.

Hoje existem uma plêiade de tratamentos, desde a radioterapia, iniciada pelas descobertas de Pierre e Marie Curie da substância Rádio, a quimioterapia pelo pediatra Faber, e mais a terapia imunológica, cirurgias, técnicas hibridas, transplantes enfim essa história ainda está sendo escrita.

Importante salientarmos os tumores mais frequentes e responsáveis pelo maior número de mortes sendo no homem a predominância dos tumores de próstata e dos tumores de pulmão seguidos pelo cólon retal, nas mulheres o Câncer de Mama, de pulmão, ovariano e pancreático.

O Câncer é de fato um desafio para a humanidade, vocês sabiam que o signo considerado mais perigoso do zodíaco é o de Câncer segundo o FBI, sendo o motivo mais comum para o assassinato o ciúme, logo cuidado !!!!

O Câncer começa e termina nas pessoas, em meio às abstrações cientificas, esta verdade fundamental é, às vezes, esquecida!, O fundamento da ciência médica é o bem estar da humanidade utilizando para isso todos os meios disponíveis isso não podemos esquecer nunca ! Os Males que crescem desesperadamente só podem ser aliviados com mecanismos desesperados (Shakespeare, Hamlet)

 
Link
NAILTON LYRA

NAILTON LYRA

O Doutor ​NAILTON Jorge Ferreira LYRA é médico e Conselheiro Regional de Medicina e Conselheiro Federal de Medicina representando o Estado do Maranhão

Relacionadas »
Comentários »
Loading...