MENU

18/08/2021 às 00h00min - Atualizada em 18/08/2021 às 00h00min

Bastidores

Olha aí!

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, determinou que as plataformas digitais YouTube, Twitch. TV, Twitter, Instagram e Facebook suspendam o repasse de valores oriundos de monetização às pessoas e às páginas indicadas no Inquérito Administrativo 0600371-71 que, comprovadamente, vêm se dedicando a propagar desinformação. Os valores arrecadados deverão ser direcionados a uma conta judicial vinculada à Corte Eleitoral. A decisão foi dada na análise de pedido da delegada da Polícia Federal Denise Dias Rosas para a aplicação de medidas cautelares no referido inquérito, instaurado por determinação do Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A delegada auxilia as investigações do processo. O inquérito administrativo, além de apurar a articulação de rede de pessoas que disseminam notícias falsas, investiga fatos que possam configurar abuso do poder econômico e político, uso indevido dos meios de comunicação social, corrupção, fraude, condutas vedadas a agentes públicos e propaganda antecipada, relativamente aos ataques contra o sistema eletrônico de votação e à legitimidade das Eleições 2022.

Lula 

As atenções do mundo político estadual estão voltadas, hoje, para São Luís, onde o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) cumpre agenda de visitas a lideranças. Ele terá conversa com os prefeitos, tendo à frente o presidente da Federação dos Municípios (Famem), Erlânio Xavier (PDT), com o governador Flávio Dino (PSB), o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), o senador Weverton Rocha (PDT) e lideranças petistas. Também deverá se encontrar com o ex-presidente José Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney, ambos do MDB, além de se reunir com representantes dos movimentos sociais.

Tá dominado

Com exceção do ex-deputado federal e ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB), o senador Weverton Rocha (PDT) está conseguindo a proeza de colocar no mesmo palanque as principais lideranças políticas de Imperatriz, sendo que alguns são adversários na disputa paroquial, como o ex-prefeito Ildon Marques (PP), o prefeito Assis Ramos (DEM) e o deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB), que em 2020 brigaram pelo Palácio Renato Moreira. Além deles, há os deputados Rildo Amaral (SD) e Antonio Pereira (DEM), o ex-candidato a deputado e a prefeito, Daniel Fiim, e Rosi Vicentini, que foi candidata a vice de Marco Aurélio. 

E…

Quanto ao ex-prefeito Sebastião Madeira, ele está decidido a apoiar o vice-governador Carlos Brandão, seu amigo de longas datas e do mesmo partido, o PSDB. Assim, não seguirá o senador Roberto Rocha, que vai deixar o PSDB para também ser candidato a governador. Com a chegada de Brandão, o senador ficou sem espaço no partido, inclusive perdendo o comando estadual. Sebastião Madeira, ao que tudo indica, não será candidato a nenhum cargo e, caso Brandão vença, poderá assumir uma secretaria. É aguardar. 

Crise

Hoje, o presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco, deve se encontrar com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux. Será às 13h. Pacheco afirmou ser necessária “uma reflexão sobre o papel de cada Poder em uma crise que se apresenta”.

Adiando

No início, a conclusão das obras do Shopping Popular estava prevista para setembro do ano passado. Depois passou para o aniversário de Imperatriz, 16 de julho deste ano. Não deu. A nova data, conforme mudança feita na placa da obra, foi para 12 deste mês. Hoje são 18, portanto prazo vencido. E, pelo visto, até o final de agosto dificilmente estará concluída. O Shopping Popular está sendo construído com recursos da Codevasf, viabilizados pelo senador Roberto Rocha. A obra é estimada em R$ 2.900.000,00.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...