MENU

13/08/2021 às 10h06min - Atualizada em 13/08/2021 às 10h06min

Operação Rapio combate aliciamento de vigilantes privados para participação em ações criminosas

Investigações apuram funcionamento de esquema criminoso para promover assaltos a agências bancárias e outras instituições.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul
Foto: Divulgação - CSPF / Rio Grande do Sul
  
Porto Alegre/RS –
A Polícia Federal, em ação integrada com a Brigada Militar, deflagrou hoje (12/8) a Operação Rapio, voltada à repressão de crimes de extorsão e aliciamento de agentes de segurança privada, com o objetivo de obrigá-los a participarem de ação criminosa. Policiais federais e militares cumprem três mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão, em Novo Hamburgo.

As investigações iniciaram em dezembro de 2020, quando um vigilante que exercia suas funções em uma agência da Caixa Econômica Federal relatou a coação por parte de criminosos para que colaborasse com o grupo em uma ação contra a instituição bancária.

As diligências promovidas no curso da investigação levaram a identificação dos autores, alvos da ação de hoje, que responderão por associação criminosa e extorsão, além de outros crimes que poderão ser identificados a partir da análise das informações coletadas nas buscas realizadas na manhã de hoje.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...