MENU

26/07/2021 às 21h05min - Atualizada em 26/07/2021 às 21h05min

Bancada Feminina repudia declarações do senador Styvenson, que pede desculpas

Da Redação
Agência Senado
Em vídeo divulgado na internet, o senador relativiza agressão sofrida por uma mulher em seu estado - Foto: Reprodução/Instagram capitaostyvensonsenador

  
A Bancada Feminina do Senado reagiu a declarações do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), que minimizou as agressões sofridas por uma mulher no Rio Grande do Norte no dia 15 de julho. Em nota, a Bancada ainda reforçou a necessidade da “luta em defesa de todas as mulheres brasileiras e contra qualquer tipo de violência, seja contra quem for”.

Ao participar de uma live na internet, Styvenson Valentin disse não saber o que aconteceu para a mulher “merecer dois tapas”, em referência a um vídeo em que é agredida por um policial. 

Depois da repercussão de suas falas, Styvenson gravou um vídeo, publicado em sua página pessoal no Instagram, dizendo que talvez tenha usado palavras de “forma equivocada”. Mais tarde, no início da noite desta segunda-feira (26), o senador divulgou nota em que pede desculpas e afirma que sua "intenção não era, de forma alguma, ofender essa mulher ou qualquer outra cidadã". Ele ainda destaca que apoia as causas femininas e é autor de projetos em favor das mulheres.

— Nenhuma mulher merece qualquer tipo de violência. Merece, sim, respeito — escreveu o senador na nota dirigida "à bancada feminina no Senado e a todas as mulheres".

"Conduta inadmissível"

Em outro vídeo que circula na internet, o senador comenta, em tom de zombaria, as agressões sofridas pela deputada federal Joice Hasselmann (sem partido). A deputada relatou ter acordado em seu apartamento com fraturas no rosto e hematomas no corpo. Ela afirma não se lembrar do ocorrido e disse desconfiar de ter sofrido um atentado. Styvenson fez menção a traição conjugal ou uso de drogas, como possíveis causas dos ferimentos da deputada.

Segundo a nota de repúdio da Bancada Feminina, divulgada neste domingo (25), “nada pode justificar a validação de atos e condutas inadmissíveis que revelam a violência estrutural, cultural e histórica da nossa sociedade”. O texto registra que “as palavras têm um peso ainda maior por envolver a manifestação de um colega nosso do Senado Federal, o senador Styvenson Valentim”.

Veja, abaixo, a íntegra da nota da Bancada Feminina e, em seguida, a nota divulgada por Styvenson no início da noite desta segunda-feira (26):

 “NADA justifica o injustificável!

O sentimento de indignação toma conta da Bancada Feminina do Senado Federal neste momento, em que fatos e relatos da prática de violência contra a mulher são retratados nos noticiários nacionais e nos chocam profundamente. Sentimento esse que ganha uma dimensão ainda maior quando a violência é justificada por agentes do Estado ou pessoas públicas que deveriam justamente nos defender e repudiar esse tipo de conduta.

As palavras têm um peso ainda maior por envolver a manifestação de um colega nosso do Senado Federal, o Senador Styvenson Valentim. Nada pode justificar a validação de atos e condutas inadmissíveis que revelam a violência estrutural, cultural e histórica da nossa sociedade.

Todos nós, juntos, precisamos entoar nossa voz e reforçar nossa luta em defesa de todas as mulheres brasileiras e contra qualquer tipo de violência, seja contra quem for.

Por isso, repudiamos qualquer palavra ou ato que venha retroceder na luta que enfrentamos há tanto tempo, dentro e fora do Parlamento.

Nosso maior esforço, enquanto Bancada Feminina do Senado Federal, é pela construção de uma sociedade unida e livre de violência.

Lutemos juntos...

Bancada Feminina do Senado Federal

Nota à bancada feminina do Senado e a todas as mulheres

Peço desculpas às minhas colegas senadoras e estendo essas desculpas a todas as brasileiras que se sentiram ofendidas com a minha fala sobre o caso de um policial que agrediu uma mulher no meu estado. Nenhuma mulher MERECE qualquer tipo de violência. MERECE, sim, respeito.

Errei no verbo usado, sei disto, mas afirmo que a minha intenção não era, de forma alguma, ofender essa mulher ou qualquer outra cidadã, até porque tenho muito respeito por todas vocês.

A minha fala foi tirada de uma “live” sobre outro assunto e divulgada fora de contexto. É certo que eu indaguei o que aconteceu para que o ocorrido chegasse àquele nível de violência, como um questionamento policial. Meu intuito, no entanto, não foi, em momento algum, repito, ofender as mulheres.

A pergunta correta deveria ter sido: “o que OCORREU?” e seria necessária inclusive para se avaliar o possível excesso da autoridade contra a mulher e quais medidas deveriam ser tomadas caso se confirme. De qualquer forma, peço novamente desculpas pela forma equivocada com que me fiz entender, embora de forma não intencional.

Tenho projetos de lei para defender as mulheres e apoio todo e qualquer projeto que combata a violência contra elas. Assim foi minha trajetória na corporação, é e será na minha vida profissional e pessoal: em defesa das mulheres, sempre!

Senador Styvenson Valentim
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...