MENU

23/05/2021 às 12h28min - Atualizada em 23/05/2021 às 12h28min

Polícia Civil se reúne com demais forças de segurança e firma compromisso conjunto de combate à criminalidade em Porto Nacional

Encontro também teve a participação de integrantes da sociedade civil e da imprensa.

Rogério de Oliveira
Secom/TO
Foto: Divulgação/WhatsApp Image

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por intermédio da 6.ª Delegacia Regional de Porto Nacional, participou na manhã desta sexta-feira, 21, de uma reunião com representantes da Polícia Militar, Bombeiro Militar, Exército Brasileiro e a Secretaria Municipal de Segurança Pública do município. O objetivo do encontro foi o de fortalecer a segurança pública e reduzir os índices de criminalidade em Porto Nacional e demais municípios vizinhos. Também participaram representantes da Associação Comercial, da imprensa e demais membros da sociedade civil.

Durante o encontro, que foi coordenado pelo delegado-regional, Túlio Pereira Mota, titular da 6.ª DRPC, a Polícia Civil do Tocantins assinou um termo de compromisso firmado com as demais forças de segurança, no sentido de intensificar o combate à criminalidade no âmbito da cidade de Porto Nacional e municípios vizinhos. O documento estabelece ações para fortalecer as estratégias e a prevenção de crimes, sendo que as mesmas serão executadas pelas instituições de segurança, de forma conjunta.

Na ocasião, a autoridade policial também ministrou palestra sobre a integração e harmonia entre a PC-TO e as demais instituições, objetivando trazer mais segurança e tranquilidade para a população portuense. O delegado ressaltou o papel e a responsabilidade da sociedade civil no apoio às forças de segurança e conclamou a população a auxiliar a Polícia Civil e Militar sempre que possível, por meio de denúncias anônimas.

Ainda durante a reunião, foram alinhadas ações que possibilitem uma participação mais efetiva no auxílio às forças de segurança. “Temos plena consciência que a segurança é dever do estado, mas também é responsabilidade de todos, por isso, vamos facilitar a comunicação para que o cidadão possa auxiliar as forças de segurança no combate à criminalidade”, disse o delegado.

Também foram debatidas estratégias para implementar projetos sociais, de prevenção e ações que possibilitem que as pessoas que se envolveram com a criminalidade possam ser inseridas no mercado de trabalho. A ação está em consonância com o Plano Integrado de Segurança Pública e Defesa Social (PESSE), que, por sua vez está alinhado às diretrizes estabelecidas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, demais forças de segurança estaduais e pelo Ministério da Justiça e que estabelece a integração das forças para a deflagração de ações conjuntas.

Ainda de acordo com o delegado, o evento foi proveitoso, uma vez que foram discutidas estratégias que propiciarão a efetivação de ações voltadas para garantir não somente a segurança, mas também o bem estar de toda a população de Porto Nacional. “Além de integrar as ações realizadas pelas instituições públicas no combate a criminalidade, o projeto também tem por objetivo chamar a sociedade para que ela ocupe a responsabilidade cívica de contribuir para o fortalecimento da segurança pública, através de ações que disseminem a cultura de paz em toda a cidade”, ponderou o delegado.
A reunião também contou as participações do prefeito de Porto Nacional, Ronivon  Maciel, do comandante do 5.º Batalhão da Polícia Militar, José Batista Freitas Júnior, do Comandante da 5.ª Companhia de Bombeiros Militar, Marcos Humberto Dourado, do chefe da polícia penal, Bruno de Azevedo Vaz, do secretário municipal de segurança pública Marcílio Alves Parente, e do inspetor da Guarda Metropolitana de Porto Nacional, Fabio Rodrigues Lima e também do representante do Tiro de Guerra, do Exército Brasileiro.
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »