MENU

13/05/2021 às 14h08min - Atualizada em 13/05/2021 às 14h08min

"Cidade dos Homens" mostrou a realidade de muitos adolescentes

Em 2007 foi lançado um longa metragem homônimo retratando os protagonistas com os desafios da maioridade.

Da Redação
GB Edições
Darlan Cunha e Douglas Silva interpretaram Laranjinha e Acerola Foto: GB Imagem
  
A microssérie que a Globo exibiu em outubro de 2002, com seus personagens Laranjinha e Acerola, conquistou o público. Tanto que em 2005 a emissora colocou no ar a continuação da saga dos dois heróis, numa fase mais adulta e mostrando todos os problemas que isso traz na vida de qualquer um. Em 2017 e 2018 foram exibidas mais duas temporadas, agora com os protagonistas adultos e pais de família.

Laranjinha (Darlan Cunha) e Acerola (Douglas Silva) eram dois garotos de 13 anos que moravam em um morro do Rio de Janeiro e eram obrigados a lidar com problemas comuns a esse universo, como o tráfico de drogas e a falta de dinheiro para realizar seus mínimos desejos. A dura realidade da comunidade da favela e, particularmente, dos dois amigos, foi mostrada com leveza e humor.

Na primeira exibição de "Cidade dos Homens" foram mostrados quatro episódios: "Correio”, "A Coroa do Imperador", "O Cunhado do Cara", "Uolace e João Vitor", sendo que neste último no elenco, entre outros, estava Regina Casé.

A primeira temporada de "Cidade dos Homens", assim como as demais, foi produzida em parceria com a O2 Filmes e tinha episódios de cerca de 30 minutos de duração cada, que foram escritos e dirigidos por diferentes roteiristas e diretores sempre protagonizados pela dupla Darlan Cunha e Douglas Silva, com seus inesquecíveis personagens Laranjinha e Acerola. Além dos dois meninos, todo o elenco era formado por atores do grupo "Nós do Cinema" e "Nós do Morro". Na época foram destaques os iniciantes Thiago Martins e Roberta Rodrigues, agora, atores de renome.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...