MENU

04/05/2021 às 19h59min - Atualizada em 04/05/2021 às 19h59min

SENAI inicia primeira turma do pós-técnico em siderurgia no Maranhão

A especialização inédita no Estado é realizada em parceria com Aço Verde do Brasil (AVB). Cerca de 30 jovens estão sendo beneficiados

Assessoria-FIEMA/Dilmara Tavares
A especialização é totalmente gratuita, tem duração de seis meses e, após conclusão, a chance de empregabilidade para o estudante é alta no mercado - Foto: Divulgação
Aprofundar conhecimentos e ampliar o campo de atuação dos profissionais maranhenses.  Esses foram os dois principais motivos de uma iniciativa inédita no Maranhão que oportuniza a 30 jovens a oportunidade de cursar o curso de Especialização Técnica em Siderurgia, em Açailândia. Fruto de uma parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-MA), entidade do Sistema FIEMA e a usina siderúrgica Aço Verde do Brasil (AVB), a iniciativa atende as demandas do setor produtivo no Estado. 

Na noite da segunda-feira (03), foi realizada a solenidade de abertura e aula inaugural que contou com a participação de autoridades e executivos empresariais. A especialização é totalmente gratuita, tem duração de seis meses e, após conclusão, a chance de empregabilidade para o estudante é alta no mercado.

“Hoje o SENAI juntamente com a AVB se tornam protagonistas ao trazer para Açailândia essa especialização técnica que irá mudar a vida desses jovens. Por isso, é mais do que importante reconhecer o papel dessas indústrias em contribuir com o desenvolvimento local e com a melhoria da vida de seus moradores”, destacou em sua fala o conselheiro do SENAI, Iran Alves, que na oportunidade esteve representando o diretor regional do SENAI, Raimundo Arruda e o presidente da Fiema, Edilson Baldez.

Para o superintendente industrial da Aço Verde do Brasil (AVB), Rodrigo Camocim, a parceria é muito salutar no desenvolvimento da região. “Nós que fazemos a AVB acreditamos muito no potencial de Açailândia e do Maranhão. Essa é uma parceria que nos engradece por contribuir com nossa cidade, juntos já qualificamos mais de mil pessoas entre colaboradores e público externo”.

No que diz respeito às aulas, o curso é presencial, mas devido a pandemia do novo coronavírus, serão ministradas de forma on-line, com encontros remotos, sendo respeitados dias e horários, assim como os protocolos de saúde e segurança estabelecidos pelas autoridades locais.

A gerente do SENAI Açailândia, Edilene Oliveira, destaca a relevância da iniciativa. “A AVB gera centenas de emprego e causa um impacto muito positivo em nosso Estado. Mesmo diante da pandemia, abraçaram essa ideia de oportunizar conhecimento e transformar a vida de jovens por meio da especialização técnica, que apesar de no Brasil sofrer preconceitos, na maioria das vezes tem melhores ofertas de salários, se comparando ao nível superior”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...