MENU

29/04/2021 às 19h38min - Atualizada em 29/04/2021 às 19h38min

Câmara aprova PL que inclui pessoas com Síndrome de Down e Autismo no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19

Sidney Rodrigues
ASSIMP
Pessoas com Síndrome de Down e Autismo foram incluídas através de Projeto de Lei no Plano Municipal de Imunização contra a covid-19 - Foto: ASSIMP/Fábio Barbosa
Em sessão hibrida nesta quinta-feira (29), foi apresentado na Ordem do Dia, para discussão e votação o Projeto de Lei Nº 06/2021, de autoria dos vereadores Aurélio Gomes (PT) e Fábio Hernandez (PP)a Sousa, que altera o Plano Municipal de Vacinação contra a covid-19 em Imperatriz para determinar que as pessoas com Síndrome de Down (SD) e com Transtorno do Espectro Autista (TEA), sejam incluídas no grupo prioritários para vacinação. 

Estiveram presentes, representantes da instituição CromosSomos+ e os vereadores na defesa do projeto falaram da necessidade que essas pessoas possuem algum desses sintomas que não são doenças, mas afetam diretamente o comportamento. Pedem que o município se sensibilize e beneficie esses especiais que são mais vulneráveis, tem dificuldade em usar máscaras, vivem internados e muito mais expostos ao coronavírus. Pais e mães viram a necessidade de procurar a Câmara e o apoio dos parlamentares nesta luta. 

A iniciativa foi parabenizada por todo os vereadores que destacaram como é importante que haja uma compreensão maior com as famílias que tem filhos e filhas com Down ou Autismo. Pedem que essa alteração seja feita o mais rápido possível e inclua o Projeto do Poder Legislativo já na próxima alteração, pois todos são importantes, mas os mais frágeis precisam ser atendidos com maior urgência.  

O projeto foi proposto pelos parlamentares Aurélio e Fábio, mas durante a votação, em consenso a matéria foi transformada em iniciativa da Câmara Municipal e de todos os seus vereadores. Foi aprovado e segue para o Executivo.  

“Quando nós olhamos para os outros com olhar especial, Deus nos olha de forma especial. Não estamos fazendo mais do que a nossa obrigação, que é legislar e garantir acima de tudo a dignidade da pessoa humana, artigo primeiro da nossa constituição”, finalizou o presidente Alberto Sousa (PDT).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...