MENU

02/12/2020 às 00h00min - Atualizada em 02/12/2020 às 00h00min

Presos em Imperatriz três acusadas de crimes cibernéticos

Os três homens são de Imperatriz, mas vinham praticando furto mediante fraude no Pará

Dema de Oliveira
Dinheiro e celulares apreendidos com os acusados - Foto: Divulgação/Assessoria/PC-MA
Policiais civis do Grupo de Pronto Emprego (GPE), da 10ª Regional de Polícia Civil em Imperatriz, em operação conjunta com a Divisão de Combate a Crimes Econômicos e Patrimoniais e Patrimoniais Praticados por Meios Cibernéticos, da Polícia Civil do Estado do Pará, prenderam em flagrante três pessoas pela prática de crimes cibernéticos.

As prisões aconteceram em Imperatriz, cujos presos são de iniciais R.D.O; V.E.S.D. e L.C.D.S. Os três foram indiciados e vão responder por crimes cibernéticos, furto mediante fraude e associação criminosa, de acordo com o artigo 157, § 4º, II, e 288, todos do Código Penal.

Os investigados supracitados residem em Imperatriz, e estavam praticando furto por meio de fraude à plataforma PIX. Dentre às vítimas, duas residem no estado do Pará e tiveram subtraídos de suas contas o valor de R$ 16.800,00.

Em poder dos acusados, os policiais apreenderam a quantia de R$ 10.429,00, diversos celulares e outros objetos de valor. Os presos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil em Imperatriz, de onde depois das formalidades, o destino foi o estado do Pará, onde ficarão custodiados até ulterior decisão da justiça.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...