MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
20/01/2023 às 18h06min - Atualizada em 20/01/2023 às 18h06min

Preso acusado de latrocínio no Jardim São Luís

Anailson Vieira de Alcântara, de 18 anos, foi o piloto da moto. O outro envolvido, que efetuou os disparos, já foi identificado e está sendo procurado

Dema de Oliveira
Momento que Anailson era apresentado na DHPP - Foto: Divulgação/Redes Sociais
 
Foi preso no início da tarde desta sexta-feira (20) um dos envolvidos no latrocínio (roubo seguido de morte), de que foi vítima o adolescente Mateus da Conceição Nogueira, 14 anos, fato ocorrido por volta de 7h30 de quinta-feira (19), em frente a uma oficina mecânica, localizada na Rua Tamandaré, Jardim São Luís.

Anailson Vieira de Alcântara, 18 anos, o suspeito preso, era quem pilotava a motocicleta Biz, vermelha, usada no crime. Quanto ao garupa, que fez os disparos contra o adolescente, já foi identificado e está sendo procurado.

Anailson Vieira de Alcântara, que é membro de uma facção criminosa, relatou em seu depoimento que a motivação do crime teria sido pelo fato da vítima ter tentado contra a vida de um dos integrantes da facção à qual pertence. Com Anailson foi encontrado e apreendido o celular, roubado da vítima.

Anailson foi autuado em flagrante delito pelo crime de latrocínio, cuja pena é prolatada pelo juiz singular, sem a necessidade de julgamento pelo Tribunal do Juri. Latrocínio é crime considerado hediondo e por isso Anailson pode pegar a pena máxima que é de 30 anos. 

Após ter sido autuado, ele foi levado para o Presídio do Parque do Buriti, e hoje pode passar por audiência de custódia.

O trabalho de investigação e a consequente prisão de Anailson Vieira de Alcântara foi executado por uma das equipes da Delegacia Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). Prisão aconteceu menos de 24 horas da perpetração do crime.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90