MENU

21/11/2020 às 00h00min - Atualizada em 21/11/2020 às 00h00min

Encontro de Delegados Regionais é realizado em São Luís

A Delegacia Regional de Polícia Civil de Imperatriz é representada pelo delegado Enderson Martins

Assessoria / SSP-MA
Delegados regionais na reunião de ontem em São Luís - Foto: Divulgação/Assessoria/SSP-MA
São Luís - Aconteceu nesta sexta-feira (20), na capital maranhense, um encontro dos Delegados Regionais da Polícia Civil do Estado do Maranhão. Objetivo foi a apresentação das diretrizes, planos, metas e perspectivas de melhorias para o trabalho da instituição.

Participaram da reunião vinte delegados regionais que representam todos os 217 municípios do estado, considerando que cada regional coordena certa quantidade de Distritos Policiais, sediados nos municípios que, por sua vez, compõem a área administrativa de uma Regional.

A Regional de Imperatriz, por exemplo, compreende as delegacias da sede e também dos municípios de João Lisboa, Senador La Rocque, Amarante do Maranhão, Buritirana, Sítio Novo, Montes Altos, Ribeirãozinho, Ribamar Fiquene, Campestre, Porto Franco, Lajeado Novo, São João do Paraíso, entre outros, sob o comando do delegado Enderson Martins.

Dessa forma, quando há novos parâmetros e diretrizes que devem ser adotados, bem como a apresentação de inovações que estão sendo implantadas na instituição, um dos modos efetivos de alcançar todas as regionais é reunir os seus representantes, conforme foi feito nesta sexta-feira.

Entre as pautas que foram discutidas, foi destacada a apresentação do Sistema de Gestão do Maranhão (SIGMA), que é um sistema de gestão de dados que vai impactar a forma de fazer os procedimentos, no sentido de concentrar todas as peças a serem produzidas, bem como os dados e informações gerados, facilitando o trabalho da Polícia Judiciária e melhorando a resposta ao cidadão, que é o objetivo final de todos os esforços.

Foi apresentado o trabalho o Setor de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança, bem como as peculiaridades que precisam ser observadas para que a produção de dados do Estado funcionem da melhor maneira e, por fim, conversaram com os delegados regionais e o chefe da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), que trata de investigações dos crimes contra a vida.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...