MENU

14/09/2022 às 22h51min - Atualizada em 14/09/2022 às 22h51min

PF combate disseminação de pornografia infantil em redes sociais

Comunicação Social da Polícia Federal em Goiás
Foto: Divulgação/PF
 
Goiânia/GO
– A Polícia Federal deflagrou ontem (14/9) a Operação Anjo Guardião, cumprindo um mandado de busca e apreensão, com o objetivo de combater os crimes de abuso sexual infantil e a divulgação de pornografia infantil em redes sociais.

A investigação foi iniciada no ano de 2022 a partir de relatórios (reports) gerados pelo NCMEC (Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas), através de dados fornecidos pelos provedores, já que nos Estados Unidos estão obrigados por lei a relatarem qualquer imagem de exploração sexual infantil que detectarem em seus sistemas.

O NCMEC é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que recebeu apoio do Governo norte-americano para estabelecer um mecanismo centralizado de recebimento de denúncias sobre crimes relacionados a abuso sexual infantil e desaparecimento de crianças.

Os suspeitos serão inquiridos na Superintendência da Polícia Federal e o material de informática apreendido será encaminhado à perícia.

Os investigados poderão responder pelos crimes de disponibilização e posse de arquivos com pornografia infantil, cujas penas máximas podem chegar a seis anos de reclusão e multa.

Notícias Relacionadas »
Comentários »