MENU

26/05/2022 às 19h50min - Atualizada em 26/05/2022 às 19h50min

Polícia Federal descobre serrarias clandestinas em Terra Indígena Arariboia, no Maranhão

Locais eram usados para desmatar a floresta ilegalmente e não foi informado se aconteceram prisões

Da Redação
Assessoria/PF-MA
Indígenas conversaram com equipes da PF durante a operação ‘Nemestrino’ - Foto: Divulgação/Polícia Federal
 
Uma operação da Polícia Federal, junto com o IBAMA, denominada ‘Nemestrino’, realizou uma grande fiscalização dentro da Terra Indígena Arariboia, no Maranhão, nos dias 24 e 25 de maio, que descobriu áreas com madeira extraída ilegalmente.

Segundo a PF, os pontos de desmatamento foram localizados por meio de alertas de desmatamento oriundos de imagens do satélite Planet, através do Programa BRASIL M.A.I.S.
Após a descoberta dos pontos de desmatamento, a PF lavrou autos de infração e destruiu serrarias e movelarias clandestinas na região. 

Os envolvidos poderão responder por crimes como receptação qualificada, transporte e depósito de produto de origem vegetal sem licença válida, funcionamento de estabelecimentos potencialmente poluidores sem autorização, dentre outros. Não foi informado se aconteceram prisões. 

Também participaram da operação o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), ICMBio e Batalhão de Polícia Ambiental (BPA).

A Terra Indigena Arariboia fica localizada no Sudoeste do Maranhão, em uma área de transição do Cerrado para a Floresta Amazônica. Segundo a Fundação Nacional do Ìndio (FUNAI), cerca de 12 mil índios Guajajara e Awá Guajá vivem na área. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »