MENU

02/05/2022 às 20h08min - Atualizada em 02/05/2022 às 20h08min

Crimes de homicídio aumentam 66,67% entre março e abril de 2022 em Imperatriz

No que se refere ao mesmo período do ano passado, também houve um aumento de 22,58%

Dema de Oliveira
Jornal O PROGRESSO
Jairom Leite Reis foi executado em via pública - Foto: Arquivo/O PROGRESSO
 
Estatísticas da Delegacia de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP), apontam que houve um aumento considerável de crimes de homicídios em Imperatriz, entre os meses de março e abril de 2022.

No mês de março, foram registrados 9 crimes de homicídio, enquanto que em abril foram 15 casos, apontando um aumento de 66,67% entre um mês e outro. 

No que se refere ao mesmo período do ano passado, também houve aumento, já que de janeiro a abril de 2021, foram 31 casos, e em 2022, foram registrados nesse mesmo período, 38 casos, um aumento de 22,58%.

Vale lembrar, que os casos podem aumentar, porque o caso do empresário Diomex Miranda, que foi sequestrado por bandidos e levado para a Estrada do Arroz, onde veio a óbito, está sendo investigado como latrocínio, roubo seguido de morte. 

O último homicídio registro em Imperatriz no mês de abril, teve como vítima, o ex-presidiário, Jairom Leite Reis, 41 anos, executado a tiros na Rua Catulo da Paixão Cearense, no Parque Sanharol, caso ocorrido na quinta-feira da semana passada, dia 28 de abril de 2022. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »