MENU

29/03/2022 às 18h03min - Atualizada em 29/03/2022 às 18h03min

Sinfra notifica Caema por erosões causadas por vazamento na rede de esgoto na Avenida Ceará

Problema tem causado a dificuldade de tráfego de veículos e a destruição da camada asfáltica

Gil Carvalho
Ascom
Caema é notificada por erosões provocada por vazamento na rede de esgoto que passa na Avenida Ceará, no Mercadinho - Foto: Assessoria
 
Após a vistoria realizada por técnicos na última sexta-feira (25) sobre o surgimento de erosões provocada por vazamento na rede de esgoto da Caema (Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão) que passa na Avenida Ceará, entre as ruas Monte Castelo e Aquiles Lisboa, no Mercadinho, a Prefeitura de Imperatriz, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinfra) notificou o órgão para corrigir o problema de infiltração no solo, causando o recalque ao longo de todo o trecho da via.

O secretário de Infraestrutura, Fábio Hernandez, observa que o problema tem causado ainda a destruição da camada asfáltica em todo o trecho de abrangência da rede de esgoto, além de dificultar o tráfego de veículos e viaturas de serviços (saúde e segurança). “Nós alertamos ainda para o risco de sinistros de trânsito devido às erosões e ao estreitamento da faixa da via”, avisou.

Ele ressalta que “com a intenção de proporcionar qualidade e segurança para toda comunidade que faz uso da Avenida Ceará, no trecho das ruas Monte Castelo e Aquiles Lisboa, solicitamos da concessionária de serviços públicos os devidos reparos de correção e manutenção da rede de esgoto (tubulações e pv’s) e pavimento do referido trecho no prazo de até 72 horas”.

No esboço, o secretário Fábio Hernandez encaminha à gerência regional da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão relatório fotográfico com os pontos de erosões causados por infiltrações na rede de esgoto de responsabilidade da concessionária. “São obrigações da Caema, conforme contrato, executar todas as obras, serviços e atividades relativas à prestação dos serviços públicos de água e esgoto com zelo, diligência e economia”, conclui. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »