MENU

16/02/2022 às 22h22min - Atualizada em 16/02/2022 às 22h22min

​Operação ‘Fake Work’ tira de circulação falsário que enganava empresários em Araguaína

Segundo a PF criminoso falsificava notificações da Superintendência Regional do Trabalho

Assessoria
PF cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do suspeito - Foto: Divulgação/PF
 
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (16/2) a Operação ‘Fake Work’, que visa dar cumprimento a mandado de busca e apreensão em desfavor de um suspeito que praticava fraudes contra empresários na cidade de Araguaína (TO).

Conforme os investigadores, o investigado se utilizava de documentos falsos em nome da Subsecretaria de Inspeção da Superintendência Regional do Trabalho, nos quais constavam notificações falsas, símbolos e rubricas de auditores fiscais do trabalho.

Durante as investigações, a Polícia Federal apurou que o investigado elaborava termos de notificação falsos, que supostamente teriam sido emitidos pela Superintendência Regional do Trabalho no Estado do Tocantins (SRTb-TO), inclusive com a inserção de assinaturas de auditores fiscais do trabalho e timbre do respectivo órgão.

Após a elaboração da notificação falsa o referido documento era encaminhado às empresas informando-as acerca da necessidade de cumprir exigências relacionadas à segurança e à medicina do trabalho, sendo que posteriormente o investigado se apresentava oferecendo serviços que viabilizem o cumprimento das medidas exigidas pela Superintendência Regional do Trabalho.

Conforme a PF, a operação busca obter mais elementos que apontem a eventual participação de terceiros, bem como, possível ressarcimento dos danos causados e entender melhor a forma de atuação deste e outros grupos criminosos.

O investigado poderá responder pelos crimes de estelionato, falsificação de documento e usurpação do exercício de função pública.

O nome da Operação ‘Fake Work’ faz referência ao trabalho dissimulado realizado pelo investigado, no tocante ao envio de comunicação falsa para consequente realização de prestação de serviço.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »