MENU

10/02/2022 às 19h44min - Atualizada em 10/02/2022 às 19h44min

Projeto inovador do SESI-MA prevê aplicabilidade de drones na entrega de produtos

Da Redação - Imprensa / Sistema FIEMA
Cocev/ Imperatriz
Equipe de alunos de robótica do SESI Imperatriz idealiza projeto com foco na etapa nacional da FLL -  Foto: Divulgação/Cocev
 
Equipes de robótica em todo país já estão em busca de desenvolver projetos de inovação na área de transporte e logística, temática de 2022 proposta pelo Torneio de Robótica - FIRST LEGO League, da qual participam jovens de 9 a 16 anos de escolas públicas e privadas. Batizada de Cargo Connect, a temporada desafia jovens a repensar um caminho a seguir e reinventar o futuro dos transportes em busca de soluções para problemas do dia a dia da sociedade moderna. 

 Para isso, os alunos aplicam conceitos de STEAM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática) na criação de projetos de inovação, constroem e programam robôs e devem colocá-los para completar as missões nas etapas regionais, que selecionam as melhores equipes para finalmente disputarem a vaga para representarem o Brasil na etapa internacional. 

 Na região Tocantina, a equipe Lego Warriors, da Escola SESI Imperatriz, desenvolveu um projeto de inovação que visa utilizar drones na entrega de produtos comercializados. A ideia consiste em programar robôs e utilizar drones na entrega de mercadorias comercializadas no varejo, como um drone delivery. Ao todo, a escola concorre com cinco equipes que estão na disputa pela vaga na nacional. 

 O técnico e professor de robótica do SESI Imperatriz, Eliú Leal, atua na competição desde 2016 e sinaliza os benefícios do torneio para os estudantes. “Essa é uma competição que exige muito dos alunos, são meses de pesquisa, visitas técnicas realizadas nas empresas para pensar num projeto de inovação que traga benefícios à sociedade, além de treinamentos para preparar as equipes para demonstrarem todo seu potencial nos torneios”, destaca. 

 Na etapa regional, com data prevista para acontecer nos dias 8 e 9 de abril, em São Luís, além do projeto de inovação, as equipes serão avaliadas em mais três categorias:  Design de robô – na qual os alunos planejam, projetam, constroem e programam os robôs e depois apresentam o desenho mecânico, a estratégia adotada e a programação desenvolvida; categoria Core Values – o que conta é o trabalho em equipe e a inspiração; e o Desafio do robô – onde os robôs autônomos cumprem missões na mesa da competição. 

 As equipes selecionadas na etapa regional entram na disputa pela vaga para nacional. As melhores equipes avaliadas na nacional que acontecerá em São Paulo representam o Brasil na etapa internacional.

 Integrante da Lego Warriors, Gustavo Pimentel, 16, é o capitão da equipe e um dos responsáveis pela montagem do robô. Ele conta sua experiência com a robótica. “Eu não tinha noção do quanto a robótica está presente em nossas vidas. Essa é uma experiência riquíssima, pois são meses de dedicação e aprendizado e no final ainda participamos de torneios com equipes de vários estados e temos a oportunidade de aprender ainda mais”. 
 
Acompanhe no site do SESI (www.fiema.org.br/sesi), bem como nas redes sociais do SESI Maranhão tudo sobre o Torneio de Robótica, informações sobre as equipes, desenvolvimento dos projetos e robôs. Para conhecer mais sobre a Escola SESI Imperatriz, os diferenciais e descontos para industriários, entre em contato no (99) 99165-2956.

Notícias Relacionadas »
Comentários »